Exportar registro bibliográfico

Origens da Faculdade de Educação da USP: o Departamento de Educação da F.F.C.L. (1962-1969) (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: SANTOS, ALEXSANDRO DO NASCIMENTO - FE
  • Unidade: FE
  • Subjects: HISTORIOGRAFIA; HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO; INTELECTUAIS (EDUCAÇÃO); PEDAGOGIA; ENSINO SUPERIOR
  • Keywords: Ciências e letras; Departamento de educação; Education department; Education scholars; Faculdade de Educação da USP; Faculdade de filosofia; Faculty of philosophy; Intelectuais da educação; Reforma universitária; Sciences and humanities; University reform; USP School of Education
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa se propôs a analisar os momentos finais do percurso de autonomização do campo educacional na Universidade de São Paulo, concluído em 1970, com a criação da Faculdade de Educação. Para isso, elegeu como objeto o Departamento de Educação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras. Compreendendo a incorporação do antigo Instituto de Educação à Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (1938) como marco inicial de um conjunto de conflitos e negociações entre agentes do campo educacional e os demais agentes do campo intelectual para a afirmação de posições no espaço institucional da USP, assume-se a hipótese de que esses conflitos e negociações se reorganizaram a partir dos constrangimentos e possibilidades surgidas no início da década de 1960, com a promulgação da Lei Federal nº 4.024/1961. Tal norma permitiu a emergência ainda que contraditória da departamentalização e do início do processo de superação das cátedras no ensino superior brasileiro, delegando a cada universidade a escolha pela manutenção do regime até então em vigor ou por sua substituição. Na USP, os Estatutos aprovados em 1962 deslocaram para cada unidade a definição de como enfrentaria a questão. A Faculdade de Filosofia optou pelo caminho da departamentalização, construindo seu novo Regulamento em 1963. O Departamento de Educação foi criado neste contexto, unindo as cátedras de Administração Escolar e Educação Comparada, História e Filosofia da Educação, Didática Geral e Especial e adisciplina autônoma de Orientação Educacional. Metodologicamente, este trabalho inscreve-se na perspectiva da história dos intelectuais (RIOUX, 1983; SIRINELLI, 1986, 1999, 2003), em diálogo com a produção de pesquisadores do campo da história da educação brasileira interessados nas questões da formação das elites intelectuais e da formação, ideias e ações dos intelectuais da educação (BONTEMPI Jr., 1995, 1999, 2001; WARDE 1995, 1998, 2003, entre outros). Dialogou-se, também, com o campo da sociologia, a partir da produção de Pierre Bourdieu sobre o campo universitário francês (BOURDIEU, 2011). As fontes privilegiadas foram: a) a documentação institucional produzida pela Universidade; b) as notícias veiculadas na imprensa paulista no período; c) dissertações de mestrado, teses de doutorado e livre docência produzidas logo após a reestruturação da USP e que analisavam suas consequências (CHAMILIAN, 1971; ANTUNHA, 1974); d) registros dos programas do curso de Pedagogia no período; e) nove entrevistas realizadas pelo pesquisador com ex-alunas e docentes da USP que se formaram pedagogas no período de 1962 a 1973. A investigação concluiu que a dinâmica de criação e funcionamento do Departamento de Educação da Faculdade de Filosofia dialogou com a criação e funcionamento de outras instâncias de legitimação do campo educacional na Universidade especialmente o Centro Regional de Pesquisas Educacionais de São Paulo e o Colégio de Aplicação e que, uma vez consolidado, aqueleDepartamento estruturou um conjunto de condições específicas que explicam parte importante da organização da Faculdade de Educação autônoma da USP. Os quadros intelectuais, as diretrizes d a formação dos estudantes e as estruturas e posições de poder que marcavam aquele Departamento foram preservadas quando da autonomização da escola de professores da Cidade Universitária
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.10.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Alexsandro do Nascimento; BONTEMPI JUNIOR, Bruno. Origens da Faculdade de Educação da USP: o Departamento de Educação da F.F.C.L. (1962-1969). 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-05042016-133652/ >.
    • APA

      Santos, A. do N., & Bontempi Junior, B. (2015). Origens da Faculdade de Educação da USP: o Departamento de Educação da F.F.C.L. (1962-1969). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-05042016-133652/
    • NLM

      Santos A do N, Bontempi Junior B. Origens da Faculdade de Educação da USP: o Departamento de Educação da F.F.C.L. (1962-1969) [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-05042016-133652/
    • Vancouver

      Santos A do N, Bontempi Junior B. Origens da Faculdade de Educação da USP: o Departamento de Educação da F.F.C.L. (1962-1969) [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-05042016-133652/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021