Exportar registro bibliográfico

Estudo das alterações imunológicas e comportamentais provocadas pelo crack em ratos adultos expostos à droga por via pulmonar (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: PONCE, FERNANDO - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VPT
  • Subjects: COCAÍNA; COMPORTAMENTO; PULMÃO; RATOS
  • Keywords: Behavior; Crack; Crack-cocaine; Exposição pulmonar; Immunotoxicity; Imunotoxicidade; Pulmonary exposure
  • Language: Português
  • Abstract: O crack, uma droga de abuso constituída principalmente por cocaína, continua sendo um grande problema social e de saúde pública. Apesar de vários estudos em modelos animais com outras formas de cocaína, raros são os relatos sobre os efeitos da exposição pulmonar ao crack em roedores, devido à dificuldade de realizar a exposição dos mesmos à droga, o que seria de grande valia, uma vez que eliminaria variáveis encontradas em usuários, como o uso de outras drogas. Assim, o propósito do presente estudo foi avaliar os efeitos tóxicos, imunotóxicos e ainda, alterações comportamentais de ratos Wistar machos expostos ao crack pela via pulmonar. Inicialmente, foram realizadas determinações de cocaína nas pedras de crack utilizadas e também, a quantidade de crack e tempo de exposição dos animais para obtenção de níveis séricos de cocaína semelhantes àqueles encontrados na literatura, e os dados obtidos foram de: 67% de cocaína no crack e a queima de 250 mg de crack, com exposição dos animais por 10 minutos acarretou em níveis plasmáticos próximos de 170 ng/mL de cocaína. Assim, em cada experimento foram utilizados 30 ratos divididos em 3 grupos iguais, um controle, um experimental e um grupo pair-fed, já que a cocaína promove efeitos anorexígenos que poderiam interferir nas avaliações comportamentais e imunológicas aqui estudadas, e que foram expostos ou não à fumaça resultante de 250 mg de crack, por 10 minutos, duas vezes ao dia, durante 28 dias. Ao final do período experimental, osanimais foram submetidos à eutanásia para realização de avaliações bíoquimicas, hematológicas, histopatológicas, análise de órgãos-linfóides, avaliação das respostas imune inata (inflamatória), humoral e a avaliação da reação de hipersensibilidade do tipo IV. Ainda, ao longo do período experimental, estes mesmos animais foram avaliados quanto a possíveis alterações comportamentais e para tal foram utilizados 3 métodos distintos: avaliação cognitiva em labirinto em T, avaliação geral do comportamento em campo aberto e ainda, a avaliação de preferência ou aversão ao odor da droga. A exposição ao crack não resultou em alterações que caracterizem toxicidade em parâmetros clínicos, bioquímicos, hematológicos e histopatológicos; não foram observadas alterações com significado clínico nas avaliações do peso relativo, celularidade, morfometria de órgãos linfoides e fenotipagem de linfócitos esplênicos de ratos expostos à droga. Não houve efeitos imunomodulatórios nas avaliações do burst oxidativo e fagocitose de macrófagos peritoneais e de neutrófilos circulantes, assim como nas avaliações da produção de anticorpos T-dependentes e na reação de hipersensibilidade do tipo IV. Quanto às avaliações comportamentais, os animais expostos à droga apresentaram aumento da atividade locomotora, e uma maior preferência ao odor característico do crack, aparentemente sem prejuízo cognitivo. Em conclusão, a exposição de ratos 2 vezes ao dia, por 28 dias ao crack não promoveu alteraçõesimunotóxicas; por outro lado, comportamentos clássicos da exposição à cocaína foram observados nos animais expostos, evidenciando que o modelo aqui utilizado será de grande utilidade para outros estudos que envolvam drogas de abuso, como possíveis estratégias terapêuticas e o melhor entendimento da toxicocinética de drogas utilizadas pela via pulmonar
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.09.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PONCE, Fernando; HUEZA, Isis Machado. Estudo das alterações imunológicas e comportamentais provocadas pelo crack em ratos adultos expostos à droga por via pulmonar. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10133/tde-15122015-143149/ >.
    • APA

      Ponce, F., & Hueza, I. M. (2015). Estudo das alterações imunológicas e comportamentais provocadas pelo crack em ratos adultos expostos à droga por via pulmonar. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10133/tde-15122015-143149/
    • NLM

      Ponce F, Hueza IM. Estudo das alterações imunológicas e comportamentais provocadas pelo crack em ratos adultos expostos à droga por via pulmonar [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10133/tde-15122015-143149/
    • Vancouver

      Ponce F, Hueza IM. Estudo das alterações imunológicas e comportamentais provocadas pelo crack em ratos adultos expostos à droga por via pulmonar [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10133/tde-15122015-143149/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021