Exportar registro bibliográfico

Viabilização da curcumina natural nanoencapsulada para inativação fotodinâmica (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: SUZUKI, ISABELLA LUIZ - IFSC
  • Unidade: IFSC
  • Sigla do Departamento: FCM
  • Subjects: NANOPARTÍCULAS; TERAPIA FOTODINÂMICA; FOTOTERAPIA
  • Keywords: Curcumina natural; Inativação fotodinâmica; Nanoparticles; Natural curcumin; Photodynamic inactivation; PLGA
  • Language: Português
  • Abstract: Devido ao uso excessivo de antibióticos houve e ainda há um crescimento no número de cepas resistentes aos medicamentos existentes. Por causa desse crescimento de bactérias multirresistentes, o número de pesquisas que procuram alternativas terapêuticas antibacterianas tem aumentado, e dentre elas está a terapia fotodinâmica antimicrobiana ou inativação fotodinâmica (IFD). A inativação fotodinâmica, utilizada no controle biológico de microrganismos, envolve a ação de um fotossensibilizador (FS), ativado por um comprimento de onda específico, no intuito de oxidar substratos biológicos, resultando em efeito citotóxico. A cúrcuma ou curcumina natural, conhecida como açafrão da terra, consiste em mistura de três curcuminóides: curcumina, demetoxicurcumina e bis-demetoxicurcumina. A curcumina apresenta várias propriedades farmacológicas, no entanto, possui solubilidade extremamente baixa em soluções aquosas, que dificulta a sua utilização como agente terapêutico. O presente estudo propôs desenvolver nanopartículas poliméricas de PLGA contendo curcumina natural a fim de melhorar sua solubilidade e estabilidade, e também verificar sua eficácia na inativação fotodinâmica de microrganismos. As nanopartículas PLGA-CURC sintetizadas através da nanoprecipitação resultaram em três sistemas diferentes, com tamanho médio e eficiência de encapsulamento de 172 nm e 70% para PLGA-CURC1, 215 nm e 80% para PLGA-CURC2, e 242 nm e 80% para PLGA-CURC3. Testes de estabilidade mostraram proteção dopolímero contra a degradação precoce da curcumina natural. Os ensaios microbiológicos in vitro com a solução de curcumina natural, as PLGA-CURC1 e PLGA-CURC2 foram eficientes na inativação da bactéria Gram-positiva Staphylococcus aureus, e do fungo Candida albicans. Porém, a solução apresentou toxicidade no escuro em altas concentrações, ao contrario das nanopartículas. O sistema PLGA-CURC2 com sua carga superficial modificada, gerou o sistema PLGA-CURC3, que inativou efetivamente a bactéria Gram-negativa Escherichia coli. Assim, concluiu-se que foi possível deixar a curcumina natural solúvel em água através do encapsulamento em nanopartículas de PLGA, certificar a melhora na estabilidade em meio aquoso (estocagem), além de inativar bactérias e fungo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.01.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SUZUKI, Isabella Luiz; BAGNATO, Vanderlei Salvador. Viabilização da curcumina natural nanoencapsulada para inativação fotodinâmica. 2016.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76132/tde-01042016-143506/ >.
    • APA

      Suzuki, I. L., & Bagnato, V. S. (2016). Viabilização da curcumina natural nanoencapsulada para inativação fotodinâmica. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76132/tde-01042016-143506/
    • NLM

      Suzuki IL, Bagnato VS. Viabilização da curcumina natural nanoencapsulada para inativação fotodinâmica [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76132/tde-01042016-143506/
    • Vancouver

      Suzuki IL, Bagnato VS. Viabilização da curcumina natural nanoencapsulada para inativação fotodinâmica [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/76/76132/tde-01042016-143506/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021