Exportar registro bibliográfico

Resistência à propagação dúctil de trincas em aço API 5L X70 com teor de nióbio modificado (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: FRANCISCO, JULIO CESAR DE SOUZA - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SEM
  • Subjects: MECÂNICA DA FRATURA; AÇO; NIÓBIO; RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS; TENACIDADE DOS MATERIAIS
  • Keywords: AÇO API 5L X70; CURVAS J-R; ESPÉCIMES SE(b)
  • Language: Português
  • Abstract: Aplicações de alto desempenho, como as de dutos utilizados no transporte de derivados de petróleo, exigem materiais com uma combinação excepcional de propriedades mecânicas, dentre as quais, elevada resistência mecânica, tenacidade e resistência à fadiga. O aço API 5L X70 com adição de nióbio apresenta-se, quando comparado com o API 5L X70 padrão, como sendo uma opção para a melhora em seu processo de fabricação, sendo sua composição química diferenciada, devido a um maior teor de nióbio. A Arcelor Mittal Tubarão tem mostrado interesse em fabricar aços API X70/X80, sem a adição de V e com adições de Nb acima do recomendado pela Petrobras. O objetivo principal deste trabalho é o estudo da resistência mecânica e de tenacidade à fratura de dois aços API 5L X70, com teores de Nb de 0,06% e Nb de 0,09% em peso, processados conforme processo HSM Arcelor Mittal Tubarão. Para o atendimento deste objetivo, serão executadas a caracterização microestrutural conforme norma ASTM E3, ensaios de tração conforme ASTM E8M e ensaios de tenacidade à fratura conforme a norma ASTM E1820 com obtenção das curvas J-R's. Foram retirados corpos de prova da região de material base, região da solda e zona termicamente afetada. A partir dos resultados obtidos observa-se que o processo de laminação controlada a quente da Arcelor Mittal, produziu microestruturas bastante similares para ambas as composições, produzindo parâmetros de resistência mecânica similares e que atenderam o especificado pela Norma API 5L X70, nível PSL2. As soldas se apresentaram, a partir de valores de dureza, ligeiramente superiores ao do metal base (overmatch), sendo o resultado de microestruturas bastante similares. Os ensaios para obtenção das curvas J-R foram capazes de apresentar resultados representativos da resistência à propagação dúctil de trinca, para as espessuras de tubos estudadas.Estes resultados indicaram elevada resistência a propagação dúctil de trinca em ambos os aços, sendo que, o MB do aço NNb apresentou resistência superior ao ANb. O MS apresentou curvas J-R bem inferiores às do MB e ZTA. Estas diferenças foram atribuídas a composição microestrutural de cada região
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.01.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FRANCISCO, Julio Cesar de Souza; BOSE FILHO, Waldek Wladimir. Resistência à propagação dúctil de trincas em aço API 5L X70 com teor de nióbio modificado. 2016.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18150/tde-30032016-110448/pt-br.php >.
    • APA

      Francisco, J. C. de S., & Bose Filho, W. W. (2016). Resistência à propagação dúctil de trincas em aço API 5L X70 com teor de nióbio modificado. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18150/tde-30032016-110448/pt-br.php
    • NLM

      Francisco JC de S, Bose Filho WW. Resistência à propagação dúctil de trincas em aço API 5L X70 com teor de nióbio modificado [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18150/tde-30032016-110448/pt-br.php
    • Vancouver

      Francisco JC de S, Bose Filho WW. Resistência à propagação dúctil de trincas em aço API 5L X70 com teor de nióbio modificado [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18150/tde-30032016-110448/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021