Exportar registro bibliográfico

Condutas de profissionais da área da saúde, vítimas de acidentes com material biológico em um Serviço de Atenção Domiciliar (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: ALVES, AMANDA PAVINSKI - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Subjects: SUBSTÂNCIAS PERIGOSAS; CUIDADOS DOMICILIARES DE SAÚDE; ACIDENTES DE TRABALHO
  • Keywords: Exposição a agentes biológicos; Exposure to biological agents; Home care service; Notificação de acidentes de trabalho; Personnel health; Pessoal de saúde; Serviços de assistência domiciliar; Work accident notification
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A transmissão ocupacional de patógenos veiculados pelo sangue é uma realidade na área de saúde, expondo os profissionais ao risco de aquisição do HIV, VHC e VHB dentre outros micro-organismos. Objetivo: Avaliar as condutas de profissionais da área da saúde vítimas de acidentes ocupacionais com material biológico que atuam no Serviço de Atenção Domiciliar de Ribeirão Preto. Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo de corte transversal aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. A população elegível do estudo era de 72 profissionais da área da saúde e foi composta por 58 profissionais que preencheram os critérios de inclusão. Os dados foram coletados por meio de entrevistas individuais, no período de maio de 2014 a junho de 2015 e analisados por meio de estatística descritiva utilizando-se o programa Statistical Package for the Social Sciences, version 17.0. para Windows. Resultados: Dos 58 entrevistados, 19 referiram ter sofrido acidentes com material biológico ao longo de sua experiência profissional na instituição. Ressalta-se que 31,6% dos profissionais acidentados realizaram a conduta correta, ou seja, notificaram o acidente por meio da Comunicação de Acidente de Trabalho e procuraram atendimento clínico especializado, porém 52,6% não realizaram nenhuma conduta após o acidente e 15,8% realizaram conduta incompleta. Os motivos mais frequentemente alegados pelosprofissionais para não notificarem o acidente e não procurarem por atendimento clínico especializado foi conhecer o paciente fonte e considerar a lesão superficial. Dos 18 profissionais que relataram conhecer as condutas preconizadas para acidentes com material biológico apenas 33,3% realizaram a conduta completa. Conclusões: O presente estudo permitiu identificar as condutas adotadas pelos profissionais que atuavam no Serviço de Atenção Domiciliar, após a ocorrência de acidente com material biológico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.12.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALVES, Amanda Pavinski; CANINI, Sílvia Rita Marin da Silva. Condutas de profissionais da área da saúde, vítimas de acidentes com material biológico em um Serviço de Atenção Domiciliar. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-07032016-212047/ >.
    • APA

      Alves, A. P., & Canini, S. R. M. da S. (2015). Condutas de profissionais da área da saúde, vítimas de acidentes com material biológico em um Serviço de Atenção Domiciliar. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-07032016-212047/
    • NLM

      Alves AP, Canini SRM da S. Condutas de profissionais da área da saúde, vítimas de acidentes com material biológico em um Serviço de Atenção Domiciliar [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-07032016-212047/
    • Vancouver

      Alves AP, Canini SRM da S. Condutas de profissionais da área da saúde, vítimas de acidentes com material biológico em um Serviço de Atenção Domiciliar [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-07032016-212047/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021