Exportar registro bibliográfico

Genetic diversity of avian coronavirus infectious bronchitis detected from commercial poultry in Brazil (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: CHAMORRO, CLAUDIA CARRANZA - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VPS
  • Subjects: BRONQUITE INFECCIOSA ANIMAL; GALINHAS; GLICOPROTEÍNAS
  • Keywords: BR-I; BR-II; dN/dS; Glicoproteína da espícula; n-glicosilação; n-glycosilation; Spike glycoprotein
  • Language: Inglês
  • Abstract: O vírus da bronquite infecciosa das galinhas (IBV) é o agente causador de uma doença aviária economicamente importante. No Brasil, esta doença ocasiona problemas respiratórios, renais e reprodutivos em aves de todas as idades, apesar da vacinação constante com a cepa Massachusetts H120. Esta falha na proteção conferida pela vacina é ocasionada por mutações nos nucleotídeos do gene da glicoproteína da espícula, a qual está envolvida no processo de interação comas células do hospedeiro, a neutralização e a indução de imunidade protetora. As variantes brasileiras resultantes dessa mutação genética estão presentes desde os anos 80 e este estudo teve como objetivo analisar epidemiologicamente e caracterizar molecularmente os vírus variantes existentes durante 2010-2015 e realizar uma análise bioinformática das sequências disponíveis no GenBank em um período de 40 anos. Das 453 amostras analisadas, 61,4% foram positivas para IBV e 75,9% delas foram consideradas variantes e foram detectados em aves de todas as idades, distribuídos em todas as 5 regiões do Brasil. Um fragmento de 559-566 pb foi obtido a partir de 12 isolados, onde BR-I foi a variante predominante ao contrario que apenas um isolado pertencia ao genótipo BR-II. Análise bioinformática de 40 anos de variantes do IBV brasileiros revelou uma predominância de codões com as substituições não sinónimos no primeiro terço do gene S1 e uma relação dN / dS de 0,6757, indicando que esta porção do gene estava sob selecçãonegativa. Além disso a previsão de pontos de de N-glicosilação mostrou que a maioria das amostras variantes BR-I (entre o 2003 e início de 2014) apresentam um ponto adicional na posição 20, enquanto as variantes mais novas não apresentam esse ponto de nglicosilação. Estes resultados sugerem que as variantes brasileiras teriam sofrido mutações provavelmente drásticas em alguns pontos do genoma, entre os anos de 1983 a 2003 e depois de atingir uma estrutura antigênica eficaz o suficiente para a invasão e replicação em seus hospedeiros, o processo de seleção mudou para seleção negativa
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.12.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CHAMORRO, Claudia Carranza; FERREIRA, Antônio José Piantino. Genetic diversity of avian coronavirus infectious bronchitis detected from commercial poultry in Brazil. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-04032016-154921/ >.
    • APA

      Chamorro, C. C., & Ferreira, A. J. P. (2015). Genetic diversity of avian coronavirus infectious bronchitis detected from commercial poultry in Brazil. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-04032016-154921/
    • NLM

      Chamorro CC, Ferreira AJP. Genetic diversity of avian coronavirus infectious bronchitis detected from commercial poultry in Brazil [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-04032016-154921/
    • Vancouver

      Chamorro CC, Ferreira AJP. Genetic diversity of avian coronavirus infectious bronchitis detected from commercial poultry in Brazil [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10134/tde-04032016-154921/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021