Exportar registro bibliográfico

Dinâmica de íons temporários de biomoléculas halogenadas (2016)

  • Authors:
  • Autor USP: KOSSOSKI, FÁBRIS - IF
  • Unidade: IF
  • Sigla do Departamento: FGE
  • Subjects: FÍSICA MOLECULAR; FÍSICA COMPUTACIONAL; ESPALHAMENTO; COMPOSTOS HALOGENADOS; RADIAÇÃO IONIZANTE
  • Language: Português
  • Abstract: Apresentamos resultados para o espectro de ânions e para a dinâmica vibracional induzida pela captura eletrônica, para uma série de moléculas halogenadas. Os estados do ânion foram caracterizados por meio de cálculos de espalhamento elástico realizados na aproximação de núcleos fixos, efetuados com o método multicanal de Schwinger com pseudopotenciais. Cálculos de dinâmica quântica do pacote de onda nuclear foram realizados a partir da propagação desse nas superfícies de energia potencial descritas na aproximação local. Foram alvo de estudo clorometano, cloroeteno, uracila, 5-fluorouracila, 5-clorouracila, 5-bromouracila, 5-iodouracila, 6-clorouracila, 2-tiouracila, adenina, 2-cloroadenina e 8-cloroadenina. Para o clorometano, calculamos seções de choque de excitação vibracional do estiramento C-Cl, e mostramos que esse modo é prontamente ativado pela presença da carga adicional. Para o cloroeteno, demonstramos que o mecanismo direto de dissociação é muito ineficiente, e também revelamos a interessante topologia de suas superfícies de energia potencial complexas. Os derivados de uracila apresentaram ricos espectros aniônicos, contando com três estados delocalizados p*, um estado s* localizado na ligação do átomo substituído com o anel, além de um estado ligado por dipolo. No geral, as energias obtidas estão em ótimo acordo com os valores experimentais. Análises dos espectros aniônicos e das superfícies de energia potencial indicam mecanismos em que o ânion é formado numa ressonância p* de longo tempo de vida, que muda de caráter para o estado dissociativo s*. Na 5-clorouracila em particular, esse acoplamento é mediado pelo movimento do cloro para fora do plano molecular. (CONTINUA)(CONTINUAÇÃO) Conforme os estados do ânion progressivamente estabilizam com o aumento do número atômico do halogênio, os acoplamentos tornam-se mais favoráveis, o que responde pelas crescentes seções de choque de dissociação. Nossos resultados explicam muitas das características observadas na captura eletrônica dissociativa de halouracilas, fornecendo uma base teórica para sua habilidade radiossensibilizadora. Nas cloroadeninas, encontramos uma ressonância s* e quatro ressonâncias p*. Nós sustentamos que elas também poderiam atuar como potenciais radiossensibilizadores.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.02.2016
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KOSSOSKI, Fábris. Dinâmica de íons temporários de biomoléculas halogenadas. 2016. Tese (Doutorado) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-08042016-142136/pt-br.php. Acesso em: 06 fev. 2023.
    • APA

      Kossoski, F. (2016). Dinâmica de íons temporários de biomoléculas halogenadas (Tese (Doutorado). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-08042016-142136/pt-br.php
    • NLM

      Kossoski F. Dinâmica de íons temporários de biomoléculas halogenadas [Internet]. 2016 ;[citado 2023 fev. 06 ] Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-08042016-142136/pt-br.php
    • Vancouver

      Kossoski F. Dinâmica de íons temporários de biomoléculas halogenadas [Internet]. 2016 ;[citado 2023 fev. 06 ] Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/43/43134/tde-08042016-142136/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2023