Exportar registro bibliográfico

Análise prospectiva do risco de toxicidade a quimioterapia de pacientes idosos com câncer cólon-retal e correlação com o modelo preditivo proposto por Hurria e colaboradores (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: FURLAN, PATRICIA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: NEOPLASIAS COLORRETAIS; IDOSOS; QUIMIOTERAPIA (TOXICIDADE)
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução. No Brasil, o câncer cólon-retal (CCR) destaca-se como o segundo tipo de câncer mais incidente nos homens e o terceiro nas mulheres. O CCR é uma doença predominantemente de idosos. Cerca de 70% dos americanos com CCR têm 75 anos ou mais. Uma grande preocupação quando se trata pacientes geriátricos com câncer é o risco para toxicidades relacionadas à quimioterapia (QT). Não existe na literatura consenso de como adequar o tratamento oncológico ao paciente idoso. Objetivo. Neste estudo piloto, considerando o cenário de idosos com diagnóstico de CCR em tratamento com primeiro ciclo de QT, os objetivos foram identificar prospectivamente os eventos adversos (EAs) durante o primeiro ciclo de QT; estratificar o risco potencial de EAs segundo o instrumento preditivo de toxicidade CARG; e investigar se o instrumento CARG é capaz de predizer riscos à ocorrência de EAs graves nestes pacientes. Metodologia. Este estudo ocorreu no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, Brasil. Idosos ≥ 60 anos com CCR em qualquer estádio e programados para iniciar primeiro ciclo de QT responderam a um questionário pré-QT e foram estratificados quanto ao risco (baixo, intermediário e alto) de apresentarem toxicidade, conforme o instrumento Cancer and Aging Research Group (CARG), desenvolvido por Hurria e colaboradores. Os EAs não hematológicos foram obtidos a partir de contato telefônico e os EAs hematológicos obtidos dos exames laboratoriais. Resultados. Entre abril de 2013 a maio de 2014, 40 pacientes foram envolvidos no estudo. A idade média foi de 71,4 anos com variação de 60 - 86 anos. Dezoito pacientes (45%) apresentavam estádio IV, sendo pulmão e fígado os locais mais prevalentes de metástases. Dos 40 pacientes, para 87,5% deles foi prescrita a dose padrão dos protocolos quimioterápicos. Quanto às toxicidades os EAs hematológicos e não hematológicos de graus 3-4ocorreram em 5% e 12,5% dos pacientes, respectivamente. Analisando também as toxicidade de grau 2, um ou mais EA hematológico e não hematológico de graus 2-4 ocorreram em 12,5% e 90% dos pacientes, respectivamente. Três pacientes foram estratificados como baixo risco, 25 como risco intermediário e 12 pacientes como alto risco baseado no instrumento CARG. Não foi encontrada diferença significante na ocorrência de EAs de graus 2-4 entre os grupos de risco sugeridos pelo instrumento CARG (p > 0.05). A análise de concordância entre os grupos de risco e os EAs apresentados na prática pelos pacientes não demonstrou concordância entre as variáveis (estatística Kappa= 0,05). Conclusão. O primeiro ciclo de QT foi bem tolerado dentre os pacientes idosos ≥ 60 anos com CCR, com baixa ocorrência de EAs de graus 3-4. Não houve toxicidades que contribuíssem para o óbito dos pacientes. O instrumento CARG não foi capaz de distinguir os pacientes quanto ao risco de toxicidade ao primeiro ciclo de tratamento quimioterápico. Não houve concordância entre os grupos de risco proposto pelo instrumento CARG e as toxicidades apresentadas pelos pacientes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.09.2015

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FURLAN, Patrícia; PERIA, Fernanda Maris. Análise prospectiva do risco de toxicidade a quimioterapia de pacientes idosos com câncer cólon-retal e correlação com o modelo preditivo proposto por Hurria e colaboradores. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015.
    • APA

      Furlan, P., & Peria, F. M. (2015). Análise prospectiva do risco de toxicidade a quimioterapia de pacientes idosos com câncer cólon-retal e correlação com o modelo preditivo proposto por Hurria e colaboradores. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Furlan P, Peria FM. Análise prospectiva do risco de toxicidade a quimioterapia de pacientes idosos com câncer cólon-retal e correlação com o modelo preditivo proposto por Hurria e colaboradores. 2015 ;
    • Vancouver

      Furlan P, Peria FM. Análise prospectiva do risco de toxicidade a quimioterapia de pacientes idosos com câncer cólon-retal e correlação com o modelo preditivo proposto por Hurria e colaboradores. 2015 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020