Exportar registro bibliográfico

Efeitos do uso da finasterida sobre o volume prostático e dosagem sérica do PSA em pacientes jovens (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: TACINO, RAFAEL BOZZO - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCA
  • Subjects: PRÓSTATA; INIBIDORES DE ENZIMAS; NEOPLASIAS PROSTÁTICAS; ALOPECIA
  • Keywords: Alopecia androgenética masculina; Antígeno prostático específico; Câncer de próstata; Hiperplasia prostática benigna; Inibidor da 5 alfa-redutase; 5 alpha reductase inhibitors; Benign prostatic hyperplasia; Male androgenetic alopecia; Prostate cancer; Prostate specific antigen
  • Language: Português
  • Abstract: A indicação de biópsia para o diagnóstico precoce do câncer prostático baseia-se na dosagem sérica do PSA e nos achados do toque retal. O PSA é uma kalecreina estando seus genes reguladores ligados aos andrógenos. Drogas que afetam o metabolismo dos andrógenos podem afetar a produção de PSA. A finasterida é uma droga sintética que inibe a conversão de testosterona em DHT pela enzima 5 AR. O uso da finasterida na dose de 5mg/dia para o tratamento da HPB causa redução do volume prostático de 20 a 30% e diminuição dos valores dos PSA em aproximadamente 50% do seu valor inicial após 6 meses. O uso da finasterida na dose de 1mg/dia para o tratamento da AAM foi aprovado pelo FDA em 1997. Um estudo realizado em 2007 avaliou a alteração do nível do PSA em homens com mais de 40 anos fazendo uso de finasterida 1mg/dia para tratamento da AAM. Os resultados revelaram redução dos valores do PSA semelhante à verificada nos pacientes portadores de HPB. Não existem estudos prospectivos sobre o tema incluindo pacientes mais jovens. O objetivo do nosso trabalho foi verificar as alterações da dosagem do PSA, da testosterona sérica total e do volume prostático em indivíduos com menos de 40 anos de idade com em uso de finasterida 1mg/dia. Selecionamos 52 pacientes que após avaliação inicial preenchiam os critérios de inclusão. Foram dosados os níveis séricos do PSA e da testosterona, e mensurado o volume prostático através da ultrassonografia transabdominal, no início do estudo (T0) e um ano após o uso da finasterida (T2). No intervalo, 6 meses após o início da droga, foi solicitada apenas nova dosagem de PSA (T1). O valor médio na avaliação inicial (T0) da dosagem do PSA, da testosterona total plasmática e do volume prostático mensurado pela ultrassonografia transabdominal foi de 0,398 ng/ml (0,14-0,78); 735,77 ng/dl (548-927) e 21,35 ml (15-31ml) respectivamente. Foi observada umaredução do valor médio do PSA de 9,21% após 6 meses do uso da droga (p=0,001). Após 12 meses do uso da finasterida verificamos uma redução de 10,51% do valor do PSA em relação à dosagem inicial (p<0,001) e uma diminuição do valor médio do volume prostático 21,37 ml para 20,03 ml (p<0,001). Não foi detectada alterações nos níveis de testosterona. Diferentemente de estudos anteriores em que, em homens fazendo uso de finasterida 1mg/dia, houve redução de 40% e 50% dos valores do PSA nas faixas etárias de 40 a 49 anos e 50 a 59 anos, nosso trabalho revelou reduções inferiores. Nosso estudo traz importantes questionamentos em relação a como deve ser feita a correção dos valores do PSA nos pacientes que começaram a utilizar finansterida 1mg antes dos 40 anos de idade e que se apresentam para avaliação prostática. Outro ponto de interesse é se a hiperplasia do componente epitelial observada durante envelhecimento masculino poderia ser inibida pelo uso da finasterida desde a juventude, pois sabemos que indivíduos portadores de deficiência congênita de 5AR não apresentam alopecia e nem tão pouco desenvolvem HPB
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.10.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TACINO, Rafael Bozzo; REIS, Rodolfo Borges dos. Efeitos do uso da finasterida sobre o volume prostático e dosagem sérica do PSA em pacientes jovens. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17137/tde-02022016-093721/ >.
    • APA

      Tacino, R. B., & Reis, R. B. dos. (2015). Efeitos do uso da finasterida sobre o volume prostático e dosagem sérica do PSA em pacientes jovens. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17137/tde-02022016-093721/
    • NLM

      Tacino RB, Reis RB dos. Efeitos do uso da finasterida sobre o volume prostático e dosagem sérica do PSA em pacientes jovens [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17137/tde-02022016-093721/
    • Vancouver

      Tacino RB, Reis RB dos. Efeitos do uso da finasterida sobre o volume prostático e dosagem sérica do PSA em pacientes jovens [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17137/tde-02022016-093721/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020