Exportar registro bibliográfico

Efeito in situ da utilização de uma goma de mascar com caseína fosfopeptídea fosfato de cálcio amorfo (CPP-ACP) previamente ao desafio erosivo inicial (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: ALENCAR, CATARINA RIBEIRO BARROS DE - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAO
  • Subjects: EROSÃO DE DENTE; ESMALTE DENTÁRIO; FOSFATOS
  • Language: Português
  • Abstract: O efeito protetor da caseína fosfopeptídea fosfato de cálcio amorfo (CPP-ACP) contra a erosão dentária é controverso. Este estudo in situ teve como objetivo investigar a capacidade de uma goma de mascar com CPP-ACP em prevenir uma única desmineralização erosiva. Blocos de esmalte bovino (120) selecionados pela dureza superficial inicial foram divididos aleatoriamente entre os grupos: GI - goma de mascar com CPP-ACP, GII - goma de mascar sem CPP-ACP e GIII - controle negativo para avaliação do efeito protetor sem estimulação salivar (sem goma de mascar). Dezenove voluntários participaram do estudo durante três fases cruzadas de 2 h cada. Nas fases de GI e GII os voluntários usaram dispositivos intrabucais palatinos contendo 2 blocos de esmalte, durante 120 minutos e mascaram uma unidade da goma de mascar correspondente ao grupo nos últimos 30 minutos. No grupo controle os voluntários usaram o dispositivo intrabucal por 2h, sem uso de goma de mascar. Em cada fase, imediatamente após a utilização, os dispositivos intrabucais foram imersos em refrigerante tipo cola durante 5 minutos para promover a desmineralização erosiva. A dureza superficial final foi mensurada e os valores foram utilizados para o cálculo do percentual de perda de dureza. Os dados foram analisados por ANOVA de medidas repetidas e teste Tukey (α = 5%). Menor perda de dureza do esmalte foi encontrada após a utilização de goma de mascar com (GI - 32,7%) e sem (GII - 33,5%) CPP-ACP relação ao efeito salivar sem estimulação (GIII - 39,8%) (p <0,05). Não houve diferença entre GI e GII (p> 0,05). Os resultados sugerem que a utilização de goma de mascar imediatamente antes de uma desmineralização erosiva é capaz de diminuir a perda de dureza do esmalte. No entanto, a presença de CPP-ACP na goma de mascar não foi capaz de melhorar este efeito.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.09.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALENCAR, Catarina Ribeiro Barros de; HONÓRIO, Daniela Rios. Efeito in situ da utilização de uma goma de mascar com caseína fosfopeptídea fosfato de cálcio amorfo (CPP-ACP) previamente ao desafio erosivo inicial. 2015.Universidade de São Paulo, Bauru, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25145/tde-10032016-145522/publico/CatarinaRibeiroBarrosdeAlencar_Rev.pdf >.
    • APA

      Alencar, C. R. B. de, & Honório, D. R. (2015). Efeito in situ da utilização de uma goma de mascar com caseína fosfopeptídea fosfato de cálcio amorfo (CPP-ACP) previamente ao desafio erosivo inicial. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25145/tde-10032016-145522/publico/CatarinaRibeiroBarrosdeAlencar_Rev.pdf
    • NLM

      Alencar CRB de, Honório DR. Efeito in situ da utilização de uma goma de mascar com caseína fosfopeptídea fosfato de cálcio amorfo (CPP-ACP) previamente ao desafio erosivo inicial [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25145/tde-10032016-145522/publico/CatarinaRibeiroBarrosdeAlencar_Rev.pdf
    • Vancouver

      Alencar CRB de, Honório DR. Efeito in situ da utilização de uma goma de mascar com caseína fosfopeptídea fosfato de cálcio amorfo (CPP-ACP) previamente ao desafio erosivo inicial [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25145/tde-10032016-145522/publico/CatarinaRibeiroBarrosdeAlencar_Rev.pdf


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021