Exportar registro bibliográfico

Comprimento telomérico dos leucócitos do sangue periférico de doadores e receptores de transplante de medula óssea para anemia aplástica grave: associação com resultados clínicos após o transplante (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: DIAS, JULIANA BERNARDES ELIAS - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: DOENÇA ENXERTO-HOSPEDEIRO; SEQUÊNCIA DO DNA; ANEMIA; TRANSPLANTE DE MEDULA ÓSSEA
  • Keywords: Anemia aplástica; Doença do enxerto contra hospedeiro; Falha de enxertia; Sobrevida global; Aplastic anemia; Graft versus host disease; Hematopoietic stem cell transplantation; Late graft failure; Neutrophil and platelet engraftment; Overall survival; Telomere; Telômero
  • Language: Português
  • Abstract: Telômeros são sequências de nucleotídeos que selam o final dos cromossomos, protegendo-os de danos. O reparo telomérico defeituoso nas células-tronco hematopoéticas pode desencadear doenças graves relacionadas à falência das células-tronco, como a anemia aplástica grave (AAG) congênita ou adquirida. Para os pacientes menores de 40 anos, com doador HLA (antígeno leucocitário humano - do inglês: Human leukocyte antigen) idêntico, o transplante de medula óssea (TMO) alogênico é considerado terapia de primeira linha. A resposta ao TMO depende da ocorrência ou não de complicações relacionadas ao tratamento como: falha de enxertia, doença do enxerto contra o hospedeiro, toxicidade relacionada ao TMO. O comprimento telomérico é um marcador de senescência e capacidade replicativa das células. Dessa forma, o estudo do comprimento telomérico é oportuno no ambiente de alta proliferação celular como o transplante. O presente estudo incluiu sessenta e seis pacientes, que realizaram TMO alogênico para AAG e seus doadores relacionados ou não relacionados que apresentavam amostras de DNA avaliáveis pré-transplante, entre 1992 e 2014, em dois centros de TMO. O comprimento telomérico dos leucócitos do sangue periférico de receptores e doadores pré-TMO foram avaliados pelo método real-time polymerase chain reaction (qPCR) e classificados em tertis. O objetivo deste estudo foi avaliar a associação do comprimento telomérico ajustado para idade de doadores e receptores de TMO para AAG com os desfechos clínicos após o transplante. Não houve associação entre o comprimento telomérico do receptor e do doador e enxertia de neutrófilos e plaquetas, doença do enxerto contra hospedeiro (DECH) crônica, falha de enxertia tardia, toxicidade relacionada ao TMO e sobrevida global. Em estudo prévio, o telômero curto do paciente com AAG foi associado com menor sobrevida global emaior recaída da doença durante o tratamento imunossupressor. No presente estudo, não houve associação entre menor comprimento telomérico do receptor e doador e menor sobrevida global no contexto de TMO alogênico para AAG em sua maioria com doadores relacionados. Em conclusão, o TMO alogênico relacionado permanece como melhor opção terapêutica para os pacientes jovens com diagnóstico de AAG e presença de telômero curto
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.11.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DIAS, Juliana Bernardes Elias; RODRIGUES, Rodrigo do Tocantins Calado de Saloma. Comprimento telomérico dos leucócitos do sangue periférico de doadores e receptores de transplante de medula óssea para anemia aplástica grave: associação com resultados clínicos após o transplante. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015. Disponível em: < https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17153/tde-19012021-124935/pt-br.php >.
    • APA

      Dias, J. B. E., & Rodrigues, R. do T. C. de S. (2015). Comprimento telomérico dos leucócitos do sangue periférico de doadores e receptores de transplante de medula óssea para anemia aplástica grave: associação com resultados clínicos após o transplante. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17153/tde-19012021-124935/pt-br.php
    • NLM

      Dias JBE, Rodrigues R do TC de S. Comprimento telomérico dos leucócitos do sangue periférico de doadores e receptores de transplante de medula óssea para anemia aplástica grave: associação com resultados clínicos após o transplante [Internet]. 2015 ;Available from: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17153/tde-19012021-124935/pt-br.php
    • Vancouver

      Dias JBE, Rodrigues R do TC de S. Comprimento telomérico dos leucócitos do sangue periférico de doadores e receptores de transplante de medula óssea para anemia aplástica grave: associação com resultados clínicos após o transplante [Internet]. 2015 ;Available from: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17153/tde-19012021-124935/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021