Exportar registro bibliográfico

A mulher e o câncer: a vida após diagnóstico e tratamento oncológico (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ESPALLARGAS, DIANA BOMENY - IP
  • Unidades: IP
  • Sigla do Departamento: PSC
  • Subjects: ONCOLOGIA (ASPECTOS PSICOLÓGICOS); NEOPLASIAS MAMÁRIAS (ASPECTOS PSICOLÓGICOS); REGRESSÃO NEOPLÁSICA ESPONTÂNEA
  • Language: Português
  • Abstract: O câncer de mama é uma das doenças mais temidas pelas mulheres, por não afetar apenas o corpo anatômico, mas também os aspectos psicossociais da paciente. Na atualidade, é considerada uma enfermidade crônica. Existe um grande número de pessoas que convivem com o câncer, seja em tratamento, seja em remissão ou com controle de sintomas. Esse panorama exige da Psicologia uma atuação mais eficiente, específica, interessada em compreender o que leva os pacientes a maiores dificuldades diante das diferentes etapas do tratamento. Considerada a inexistência de uma teoria própria para a Psico-Oncologia, na análise desta pesquisa, é utilizada a proposta teórica de Donald Woods Winnicott, para auxiliar na compreensão e interpretação dos relatos de mulheres que convivem com a doença oncológica. Esta pesquisa propõe-se a investigar as repercussões psicológicas de pacientes em primeira remissão de câncer de mama. O interesse por este estudo surge a partir da prática como psicóloga, na especialidade de Mastologia. Diversas pacientes são encaminhadas para o ambulatório de Psicologia, com impactos psicológicos que perduram além da presença da doença. O estudo é do tipo transversal descritivo, com método misto. A amostra é composta por oito pacientes que realizam tratamento oncológico na Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. O procedimento para a coleta de dados consistiu na aplicação de uma ficha sociodemográfica e na realização de uma entrevista semidirigida, na EscalaHospitalar de Ansiedade e Depressão (HAD) e na Escala de Desesperança Beck (BHS). Este trabalho conclui que o término de um período de tratamento não coincide com o fim das preocupações com a doença. E, ainda que pese a relevância da Psico-Oncologia para o bem-estar dos pacientes com câncer, esta pesquisa considera necessária uma fundamentação teórica, que permita contextualizar o indivíduo e promova o conhecimento de sua totalidade, além das repercussões esperadas no adoecimento oncológico. Observa-se a importância da avaliação psicológica para compreender como essa paciente vivencia o câncer de mama, a partir de sua experiência e vida anterior. Este estudo pretende avançar nos temas da Psico-Oncologia e fornecer subsídios para profissionais da área da Saúde que tratam pacientes com câncer de mama
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.10.2015

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ESPALLARGAS, Diana Bomeny; RODRIGUES, Elisa Maria Parahyba Campos. A mulher e o câncer: a vida após diagnóstico e tratamento oncológico. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-22022016-150104/ >.
    • APA

      Espallargas, D. B., & Rodrigues, E. M. P. C. (2015). A mulher e o câncer: a vida após diagnóstico e tratamento oncológico. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-22022016-150104/
    • NLM

      Espallargas DB, Rodrigues EMPC. A mulher e o câncer: a vida após diagnóstico e tratamento oncológico [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-22022016-150104/
    • Vancouver

      Espallargas DB, Rodrigues EMPC. A mulher e o câncer: a vida após diagnóstico e tratamento oncológico [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-22022016-150104/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020