Exportar registro bibliográfico

Análise das propriedades químicas, biológicas e antimicrobianas de solventes endodônticos (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: BÔAS, MARCELO HAAS VILLAS - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAD
  • Subjects: AGENTES ANTIMICROBIANOS; TRATAMENTO DO CANAL RADICULAR; MATERIAIS OBTURADORES DO CANAL RADICULAR; PROPRIEDADES DOS MATERIAIS
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar as propriedades químicas, biológicas e antimicrobianas dos solventes endodônticos, Citrol, Eucaliptol, d-Limoneno, Xilol e Endosolv E. Dentre os testes químicos, foram avaliados a microdureza dentinária, onde utilizamos blocos de dentina bovina que foram expostos aos solventes por 2 períodos, 5 e 15 min e submetidos ao teste de microdureza. Outro teste químico foi a capacidade de dissolução dos materiais obturadores pelo teste de imersão nos solventes em 3 períodos, 2, 5 e 15 min. Para essa avaliação foram, confeccionados corpos de prova dos cimentos, AH Plus, Acroseal, Sealer 26, Endofill, MTA Fillapex e RealSeal SE e dos cones de guta-percha estandardizado Dentsply (DP), ProTaper e Resilon. Um terceiro teste, foi realizado para avaliar a capacidade de desobturação dos canais radiculares e o efeito da agitação ultrassônica dos solventes endodônticos após a desobturação. Sessenta incisivos centrais superiores foram divididos em 6 grupos sendo um para cada solvente (n=10) mais um grupo controle (solução fisiológica). Todos dentes foram instrumentados e obturados pela mesma técnica e escaneados no Micro-CT. Os dentes foram então desobturados utilizando ProTaper Retratamento/ProTaper Universal como técnica para todos grupos, associada a um dos solventes e foram escaneados novamente para a avaliação do volume de material remanescente após a desobturação. Cada um dos dentes foi desobturado e preenchido com o mesmo solvente utilizado na desobturação. Cada solvente foi agitado pelo ultrassom por 1 min e novamente foram escaneados e avaliados os volumes restantes dos materiais nos canais radiculares. Na avaliação biológica, utilizamos o teste de citotoxicidade com células de camundongo NIH-3T3 pelo ensaio MTT. As culturas celulares foram plaqueadas e submetidas aos solventes diluídos nas concentrações de 0.5 a 2.5%, e avaliados quanto àviabilidade celular. Por fim o último teste foi o antimicrobiano, avaliado pelo teste de contato direto em biofilme misto, formado in situ sobre blocos de dentina bovina. Os biofilmes foram expostos por 5 min a um dos solventes, corados com Live/Dead e avaliados em microscopia confocal de varredura a laser. Como resultados encontramos que todos solventes causaram alterações físicas na dentina e foram capazes de comprometer a microdureza dentinária, sendo que esta ação foi aumentada quando o tempo de contato foi maior. O Xilol e o Endosolv E foram mais efetivos na dissolução dos cimentos AH Plus e Endofill no período de 15 minutos em relação aos demais solventes. O Endosolv E apresentou capacidade de dissolução mais efetiva sobre os cones de guta-percha DP no período de 15 minutos em relação aos outros solventes estudados. Nos demais cimentos, materiais sólidos e nos outros períodos, os solventes apresentaram capacidade de dissolução semelhantes. Na avaliação do Micro-CT, todos solventes foram capaz de remover as obturações dos canais radiculares inclusive o grupo controle, porém nenhum foi capaz de remover os materiais obturadores completamente. A agitação ultrassônica dos solventes favoreceu um aumento na remoção do material obturador, porém não proporcionou a remoção completa do material. A agitação ultrassônica dos solventes removeu mais material obturador remanescente do que a agitação sem solvente (controle). No teste biológico todos solventes foram citotóxicos, no entanto somente o Xilol foi capaz de manter mais de 50% de células viáveis. E por fim, o Xilol e o Eucaliptol foram os solventes que apresentam a melhor ação antimicrobiana enquanto que o Citrol mostrou a pior.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.09.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VILLAS BÔAS, Marcelo Haas; BERNARDINELI, Norberti; DUARTE, Marco Antonio Hungaro. Análise das propriedades químicas, biológicas e antimicrobianas de solventes endodônticos. 2015.Universidade de São Paulo, Bauru, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25147/tde-26022016-162035/publico/MarceloHaasVillasBoas_Rev.pdf >.
    • APA

      Villas Bôas, M. H., Bernardineli, N., & Duarte, M. A. H. (2015). Análise das propriedades químicas, biológicas e antimicrobianas de solventes endodônticos. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25147/tde-26022016-162035/publico/MarceloHaasVillasBoas_Rev.pdf
    • NLM

      Villas Bôas MH, Bernardineli N, Duarte MAH. Análise das propriedades químicas, biológicas e antimicrobianas de solventes endodônticos [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25147/tde-26022016-162035/publico/MarceloHaasVillasBoas_Rev.pdf
    • Vancouver

      Villas Bôas MH, Bernardineli N, Duarte MAH. Análise das propriedades químicas, biológicas e antimicrobianas de solventes endodônticos [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25147/tde-26022016-162035/publico/MarceloHaasVillasBoas_Rev.pdf


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021