Exportar registro bibliográfico

Deformações geradas no intermediário e região peri-implantar após aplicação de cargas inclinadas em coroas unitárias (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: ALBARRACÍN, MAX LAURENT - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAP
  • Subjects: COROAS DENTÁRIAS; REABILITAÇÃO BUCAL; IMPLANTES DENTÁRIOS
  • Language: Português
  • Abstract: A reabilitação protética de pacientes desdentados é uma área da Odontologia amplamente estudada por pesquisadores do mundo todo, e com o desenvolvimento dos implantes osseointegrados surgiram muitas perguntas sobre o desempenho das próteses instaladas sobre estes. Conhecer o comportamento mecânico do conjunto coroa unitária, intermediário, implante e tecido de suporte é importante para entender o processo de transmissão de forças e suas consequências, processos estes que ainda não estão totalmente compreendidos. O objetivo deste trabalho foi verificar a deformação gerada no intermediário e no osso peri-implantar após aplicação de uma carga inclinada sobre coroas unitárias metalocerâmicas. Foi utilizado um modelo mestre de poliuretano, simulando o osso mandibular, com um implante hexágono externo de 3,75mm x13 mm de comprimento, no qual foi fixado um intermediário multi-unit. O trabalho foi realizado com 3 grupos de 4 coroas cada, divididos de acordo com o tipo de cilindro e liga de fundição (cilindros de ouro sobrefundidos com liga de PdAg, cilindro de acrílico fundido com liga de NiCoCr e cilindros de CoCr usinado sobrefundidos com liga de NiCoCr). Cada corpo de prova foi submetido cinco vezes à aplicação de carga oblíqua de 15 e 30 graus no centro da oclusal de cada coroa com uma força de 300N em uma máquina universal de ensaios. Foram realizadas leituras das deformações geradas no intermediário e no poliuretano, com o uso de extensômetros lineares elétricos (strain gauges) os quais foram colados em três faces do intermediário (Disto lingual, Mesio lingual, Vestibular) e nas superfícies mesial, vestibular, distal e lingual do osso simulado ao redor do implante. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância a 3 critérios (ANOVA) e o teste de Tukey, utilizando um nível de significância (p<0,05). Os resultados mostraram que entre as duas angulaçõesutilizadas existiram diferenças estatísticas significantes. Os valores médios de deformação se mantiveram dentro dos padrões de normalidade, na janela fisiológica descrita por Frost entre 50 με e 1500 με independente do tipo de cilindro utilizado, com exceção dos valores de compressão obtidos na carga oblíqua de 30 graus onde nos três tipos de cilindro ultrapassaram a janela de sobrecarga patológica com mais de 4000 με.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.07.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALBARRACÍN, Max Laurent; RUBO, José Henrique. Deformações geradas no intermediário e região peri-implantar após aplicação de cargas inclinadas em coroas unitárias. 2015.Universidade de São Paulo, Bauru, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25146/tde-03022016-153654/publico/MaxLaurentAlbarracin.pdf >.
    • APA

      Albarracín, M. L., & Rubo, J. H. (2015). Deformações geradas no intermediário e região peri-implantar após aplicação de cargas inclinadas em coroas unitárias. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25146/tde-03022016-153654/publico/MaxLaurentAlbarracin.pdf
    • NLM

      Albarracín ML, Rubo JH. Deformações geradas no intermediário e região peri-implantar após aplicação de cargas inclinadas em coroas unitárias [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25146/tde-03022016-153654/publico/MaxLaurentAlbarracin.pdf
    • Vancouver

      Albarracín ML, Rubo JH. Deformações geradas no intermediário e região peri-implantar após aplicação de cargas inclinadas em coroas unitárias [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25146/tde-03022016-153654/publico/MaxLaurentAlbarracin.pdf


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021