Exportar registro bibliográfico

Conflitos éticos no gerenciamento em enfermagem: da percepção à tomada de decisão (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated author: FARIAS, DEBORAH ELAINE CARISTO SANTIAGO DE - EE
  • School: EE
  • Sigla do Departamento: ENO
  • Subjects: ENFERMAGEM; ÉTICA (ENFERMAGEM); EQUIPE DE ENFERMAGEM; ADMINISTRAÇÃO (ENFERMAGEM); TOMADA DE DECISÃO; ÉTICA (ANÁLISE); ENFERMAGEM (SERVIÇOS)
  • Keywords: Decision taking; Ethical analysis; Ethics in nursing; Gerência; Management; Nurses Administrators; Nursing Service
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Os conflitos éticos na saúde, geralmente, ocorrem entre os atores envolvidos na ação assistencial. Essa ação, no entanto, é realizada em estruturas organizacionais, sofrendo implicações desse ambiente. Dependendo da organização do trabalho e das metas institucionais pode haver maior ou menor intensidade dessas interferências. Assim, não raro os enfermeiros atuantes no gerenciamento se deparam com situações que apresentam problemas éticos nessa área. Objetivos: Identificar conflitos éticos na percepção de enfermeiros com vivência no gerenciamento de Serviços de Enfermagem hospitalar e analisar como os enfermeiros com vivência no gerenciamento em enfermagem tomam decisões frente a conflitos éticos. Método: Trata-se de um estudo exploratório, descritivo de abordagem qualitativa. Para a coleta de dados do primeiro objetivo, após a aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa, foram entrevistados 20 enfermeiros, com vivência profissional na área gerencial hospitalar, constituindo uma amostra intencional, através da técnica bola de neve\" (snow ball). As entrevistas gravadas foram realizadas através de uma pergunta norteadora: Conte-me a respeito de conflitos éticos que tenha vivido na sua atuação gerencial. A coleta de dados do segundo objetivo foi realizada através da técnica de grupo focal, sendo utilizado um caso fictício (caso-conflito), contendo uma situação gerencial hipotética para o debate sobre a decisão. No caso-conflito os dois valores éticos situaram-se nos cursos de ação extremos: prestar assistência de enfermagem segura e atender ordem institucional de redução de quadro de pessoal para viabilizar a sobrevivência financeira do hospital.Os discursos foram analisados segundo a análise de conteúdo proposta por Bardin, balizados pelo referencial metodológico-conceitual do procedimento da Teoria de Deliberação Moral de Diego Gracia. Resultados: Emergiram inicialmente três categorias: igualdade na distribuição da carga de trabalho; autonomia profissional nas decisões gerenciais e justiça e prudência nas decisões gerenciais. Evidenciou-se que os conflitos éticos no gerenciamento em enfermagem decorreram da percepção dos valores confrontados, presentes no problema ético. Os conflitos éticos materializam-se na gestão de recursos em saúde, nas relações de poder no ambiente de trabalho, nas relações interpessoais, na organização do trabalho e nas determinações da política institucional, como partes da conjuntura que constitui a assistência ao paciente, visando à proteção e manutenção de sua dignidade. Na decisão realizada coletivamente, em geral, os cursos de ação tendenciaram para o curso médio, considerados prudentes, indicando conciliar os valores em conflito do caso, ordem e cuidado. Entretanto, mesmo com tendência para o espaço da prudência, a maioria das argumentações dos cursos de ação, se situou privilegiando a preservação do cuidado de enfermagem. Conclusão: Os enfermeiros-gerentes, diante de fatos impositivos das determinações organizacionais, elegem a assistência de enfermagem como prioridade, mas tentam uma conciliação das partes.A prudência, como resultado do debate colegiado dos enfermeiros, revela a necessidade de investimentos em espaços grupais de discussão (bio)ética e na capacitação dos profissionais, expandido os diálogos éticos, inclusive interinstitucionalmente. Vislumbra-se um terreno fértil a ser explorado, que possibilite debates e deliberação sobre os problemas éticos que afligem os enfermeiros, contribuindo para amenizar momentos de angustia e, até, de sofrimento moral presentes nos conflitos de valores desses profissionais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.09.2015
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FARIAS, Deborah Elaine Caristo Santiago de; MASSAROLLO, Maria Cristina Komatsu Braga; ZOBOLI, Elma Lourdes Campos Pavone. Conflitos éticos no gerenciamento em enfermagem: da percepção à tomada de decisão. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7140/tde-06112015-155757/ >.
    • APA

      Farias, D. E. C. S. de, Massarollo, M. C. K. B., & Zoboli, E. L. C. P. (2015). Conflitos éticos no gerenciamento em enfermagem: da percepção à tomada de decisão. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7140/tde-06112015-155757/
    • NLM

      Farias DECS de, Massarollo MCKB, Zoboli ELCP. Conflitos éticos no gerenciamento em enfermagem: da percepção à tomada de decisão [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7140/tde-06112015-155757/
    • Vancouver

      Farias DECS de, Massarollo MCKB, Zoboli ELCP. Conflitos éticos no gerenciamento em enfermagem: da percepção à tomada de decisão [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7140/tde-06112015-155757/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022