Exportar registro bibliográfico

Avaliação psicológica de meninas com puberdade precoce central idiopática antes e durante o bloqueio puberal com análogos de GnRH (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated author: MENK, TAIS ALENCAR SANTOS - FM
  • School: FM
  • Sigla do Departamento: MCM
  • Subjects: ENTREVISTAS (PSICOLOGIA); PUBERDADE PRECOCE; TÉCNICAS PROJETIVAS; MEDIDAS DE ATITUDE; PERSONALIDADE; QUESTIONÁRIO DE IMAGEM CORPORAL; ADOLESCENTES
  • Keywords: Adolescent; Entrevista psicológica; Escalas; Interview psychological; Personality precocious; Projective techniques; Puberty; Questionnaires; Scales; Técnicas projetivas
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A puberdade é considerada precoce quando ocorre antes dos 8 anos nas meninas. É classificada como puberdade precoce central (PPC) quando decorre da ativação prematura do eixo gonadotrófico e é considerada idiopática quando não há alteração no sistema nervoso central. O bloqueio puberal com análogos de GnRH é o tratamento de escolha da PPC e visa a regressão ou estabilização dos caracteres sexuais secundários, desaceleração da velocidade de crescimento e da maturação óssea com melhora do prognóstico de estatura adulta e promoção do ajuste psicossocial da criança e dos familiares. Poucos estudos avaliaram o impacto psicológico da PPC e o benefício resultante do bloqueio puberal. Objetivos: (1) Comparar o escore de estresse entre pacientes com PPC idiopática antes e durante o bloqueio puberal com análogos de GnRH e um grupo controle. (2) Avaliar a dinâmica da personalidade por meio do teste projetivo HTP-F (house-tree-person-family) em meninas com PPC idiopática, antes e durante o bloqueio puberal com análogos de GnRH e um grupo controle. (3) Comparar a prevalência dos indicadores de personalidade obtidos no HTP-F entre pacientes com PPC idiopática antes e durante o bloqueio puberal com análogos de GnRH e um grupo controle. Pacientes e Métodos: As pacientes foram agrupadas em pré-tratamento (n=12) e em tratamento (n=22), sendo 11 do grupo pré-tratamento reavaliadas 1 ano após início do tratamento (corte longitudinal) e 11 avaliadas em uma ocasião durante o tratamento (corte transversal).O grupo controle foi constituído de 8 meninas com desenvolvimento puberal em idade adequada, pareadas por estadiamento puberal. A avaliação psicológica incluiu entrevista semiestruturada, questionário psicossocial, aplicação da Escala de Stress Infantil (ESI) e do teste projetivo House-Tree-Person-Family (HTP-F). Os resultados estão expressos em média e desvio padrão e comparados entre os grupos por métodos estatísticos apropriados. Resultados: No grupo pré-tratamento, 6/12 (50%) pacientes encontravam-se estressadas, 4/12 (33%) na fase de alerta e 2/12 (17%) na fase de resistência. No grupo em tratamento (braço longitudinal), 3/11 (27%) pacientes encontravam-se estressadas e na fase de alerta. No grupo em tratamento (corte transversal) foram verificadas que 4/11 (36%) pacientes encontravam-se estressadas e na fase de alerta. No grupo controle somente 2/8 (25%) encontraram-se estressadas e situadas na fase alerta. Houve diferença significativa da média de escore total de estresse entre o grupo pré-tratamento, comparados ao grupo longitudinal e ao grupo controle (p <0,05).Os indicadores psicológicos prevalentes, embora sem significância estatística no grupo pré-tratamento foram: ansiedade, sexualidade aflorada, esquema corporal inadequado, interação social inadequada e sentimento de inferioridade comparado aos demais grupos. No grupo em tratamento (longitudinal) foram significativos traços depressivos (luto) e sentimento de extroversão comparado ao grupo pré-tratamento (p <0,05). No grupo em tratamento (transversal) os indicadores psicológicos prevalentes foram aceitação da mudança corporal e traços agressivos comparados aos demais grupos, embora sem significância estatística. Conclusão: O bloqueio puberal apresentou impacto significativo na redução do escore de estresse em pacientes com PPC. A aplicação do HTP-F em meninas com PPC apontou indicadores valiosos na dinâmica da personalidade, e poderá ser de grande utilidade na avaliação inicial, bem como na intervenção de meninas com precocidade sexual
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.10.2015
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MENK, Tais Alencar Santos; BRITO, Vinicius Nahime de. Avaliação psicológica de meninas com puberdade precoce central idiopática antes e durante o bloqueio puberal com análogos de GnRH. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5135/tde-13012016-101501/ >.
    • APA

      Menk, T. A. S., & Brito, V. N. de. (2015). Avaliação psicológica de meninas com puberdade precoce central idiopática antes e durante o bloqueio puberal com análogos de GnRH. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5135/tde-13012016-101501/
    • NLM

      Menk TAS, Brito VN de. Avaliação psicológica de meninas com puberdade precoce central idiopática antes e durante o bloqueio puberal com análogos de GnRH [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5135/tde-13012016-101501/
    • Vancouver

      Menk TAS, Brito VN de. Avaliação psicológica de meninas com puberdade precoce central idiopática antes e durante o bloqueio puberal com análogos de GnRH [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5135/tde-13012016-101501/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022