Exportar registro bibliográfico

Avaliação do desempenho de um ambulatório de ultrassonografia morfológica para gestações múltiplas no diagnóstico da corionicidade, dos desvios de crescimento fetal e das taxas de detecção de malformações fetais (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: COUTINHO, CONRADO MILANI - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RGO
  • Subjects: GRAVIDEZ MÚLTIPLA; ULTRASSONOGRAFIA; MALFORMAÇÕES
  • Language: Português
  • Abstract: Os aumentos da frequência de gestações múltiplas e das taxas de morbimortalidade materna e perinatal relacionadas a esta condição conduzem ao questionamento sobre a necessidade de seguimento pré-natal especializado. Entre as principais intercorrências, sobressaem o maior número de partos pré-termo, o risco inerente às condições que geram diferenças entre os pesos fetais, as anomalias congênitas, além das intercorrências específicas das gestações monocoriônicas, das monoamnióticas e das gestações de três ou mais fetos. A ultrassonografia tem papel fundamental para a avaliação de todos estes eventos. Sendo assim, vislumbrou-se a necessidade de caracterizar o desempenho de um ambulatório ecográfico específico para avaliação morfológica de segundo trimestre das gestantes de gemelares (AMORG) e compará-lo com os resultados de exames prévios realizados em outros serviços, com os resultados pós-natais e verificar sua capacidade preditiva referente aos resultados perinatais. Entre janeiro de 2009 e setembro de 2014, foram realizadas sequencialmente 362 ultrassonografias de 281 pacientes com gestações múltiplas. Destas gestações, 88,9% ocorreram espontaneamente e apenas 52,8% das ecografias foram realizadas entre 18 e 24 semanas de gravidez, com mediana de 23 semanas e 2 dias. Com relação à corioamnionicidade, em 20,3% dos casos este diagnóstico não foi determinado antes do primeiro atendimento no HC-FMRPUSP. Para as 131 pacientes cujos dados pós-natais caracterizavam dizigotia, as performances na detecção da corionicidade das ultrassonografias realizadas previamente, do exame realizado pelo AMORG e dos laudos anatomopatológicos placentários foram, respectivamente, 75,6%, 96,9% e 90,1%. O número de laudos inconclusivos para corioamnionicidade emitidos pelo AMORG decresceu com o decorrer do tempo. A diferença entre os pesos estimados pelo AMORG de 9,9% demonstrou osmelhores valores de sensibilidade e especificidade para a ocorrência de mortalidade fetal e perinatal nesta população, sendo os principais contribuintes a prematuridade, o descolamento prematuro da placenta e a síndrome de transfusão feto-fetal. A prevalência de alterações anatômicas nesta população foi de 6%. As taxas de sensibilidade, especificidade, valores preditivos positivo e negativo para a detecção destas anormalidades foram 85,7%, 99,1%, 92,3% e 98,2%. Concluiu-se, portanto, que há atraso no processo de referência de gestantes com gestações múltiplas para o HC-FMRPUSP e que as ultrassonografias realizadas no AMORG definem melhor os casos de dicorionia do que as ecografias prévias a este encaminhamento e os laudos anatomopatológicos placentários do serviço. Para a melhor predição da mortalidade fetal e perinatal, a diferença entre os pesos de 9,9% no exame realizado pelo AMORG deve ser utilizada. Além disso, a ecografia do AMORG identifica alterações anatômicas com performance semelhante à detectada na literatura, mesmo havendo encaminhamento tardio das pacientes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.08.2015

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COUTINHO, Conrado Milani; DUARTE, Geraldo. Avaliação do desempenho de um ambulatório de ultrassonografia morfológica para gestações múltiplas no diagnóstico da corionicidade, dos desvios de crescimento fetal e das taxas de detecção de malformações fetais. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015.
    • APA

      Coutinho, C. M., & Duarte, G. (2015). Avaliação do desempenho de um ambulatório de ultrassonografia morfológica para gestações múltiplas no diagnóstico da corionicidade, dos desvios de crescimento fetal e das taxas de detecção de malformações fetais. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Coutinho CM, Duarte G. Avaliação do desempenho de um ambulatório de ultrassonografia morfológica para gestações múltiplas no diagnóstico da corionicidade, dos desvios de crescimento fetal e das taxas de detecção de malformações fetais. 2015 ;
    • Vancouver

      Coutinho CM, Duarte G. Avaliação do desempenho de um ambulatório de ultrassonografia morfológica para gestações múltiplas no diagnóstico da corionicidade, dos desvios de crescimento fetal e das taxas de detecção de malformações fetais. 2015 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021