Exportar registro bibliográfico

Avaliação ultrassonográfica de nervos periféricos em pacientes com hanseníase, antes e após o tratamento específico (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: LUGãO, HELENA BARBOSA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: HANSENÍASE; NERVOS PERIFÉRICOS; ULTRASSONOGRAFIA
  • Keywords: Diagnosis; Diagnóstico; Leprosy; Leprosy reactions; Peripheral nerves; Reações hansênicas; Ultrasonography
  • Language: Português
  • Abstract: As consequências mais graves da hanseníase resultam do acometimento neurológico. Recentemente a ultrassonografia (US) têm ganhado importância na avaliação da neuropatia hansênica. O objetivo deste trabalho foi avaliar por US nervos periféricos de pacientes com hanseníase antes e após o tratamento. Buscou-se caracterizar alterações ao diagnóstico e evolução da doença, controlando os efeitos de fatores confundidores e investigando fatores de risco para progressão das alterações (classificação, episódios reacionais, sexo, tempo de evolução). Foram sistematicamente examinados por US os nervos ulnares (regiões pré-túnel cubital UPT e túnel UT), medianos e fibulares comuns bilateralmente para mensuração das áreas de secção transversa (CSA) e cálculo das medidas de assimetria delta CSA (diferença absoluta entre CSAs dos lados direito e esquerdo de cada nervo) e delta Utpt (diferença absoluta entre CSAs de UPT e UT ipsilaterais); também foram analisadas alterações qualitativas (ecogenicidade e Doppler). Foram avaliados 100 pacientes antes do tratamento, sendo 14 paucibacilares (3 indeterminados, 11 tuberculoides) e 86 multibacilares (31 dimorfo-tuberculoides, 34 dimorfo-dimorfos, 13 dimorfo-virchowianos, 8 virchowianos); destes, 73 completaram a avaliação pós-tratamento. Considerando que alterações em pelo menos uma das medidas avaliadas refletem neuropatia, observou-se frequências similares de neuropatia pré-tratamento nos paucibacilares (PB) (35,7 a 57,1%) e multibacilares (MB) (50 a 65,1%). O nervo mais frequentemente acometido nos PB foi o fibular comum, enquanto que nos MB foi o ulnar. As médias de CSA foram maiores nos MB do que nos PB em todos os nervos (p<0,05) e observou-se tendência de maior assimetria (deltas CSA e Utpt) nos MB pré-tratamento. A comparação dos pacientes sem e com alguma reação (tipo 1, tipo 2 e/ou neurite) revelou valores significativamentemaiores de CSA, delta CSA e delta Utpt nos pacientes com reações. Constatou-se associação entre presença de sinal Doppler e antecedente de reações (p<0,05). Na avaliação pós-tratamento, nenhum dos fatores de risco foi fortemente relacionado à piora dos achados ultrassonográficos, no entanto algumas análises sugeriram maior risco em pacientes multibacilares (maiores frequências de alterações de CSA nos MB, p>0,05) e com reações hansênicas (odds ratio: 4,67; intervalo de confiança 95%: 1,17-18,64; p<0,05 para alterações de CSA no nervo mediano). Pós-tratamento, os MB apresentaram maior frequência de alterações de ecogenicidade que os PB (p<0,05) e os pacientes sem e com reações apresentaram frequências semelhantes de alterações de ecogenicidade e Doppler, sem aumento significante do odds ratio. O tempo de evolução da doença e o sexo não foram fatores de risco significantes para a progressão das alterações ultrassonográficas. A US demonstrou que o acometimento de nervos periféricos é frequente na hanseníase, independente da classificação e presença de reações. Algumas alterações ultrassonográficas podem não regredir completamente ou mesmo se intensificar apesar do tratamento da infecção. Visto que as consequências mais temidas e estigmatizantes da hanseníase são secundárias à neuropatia, é necessário o aprimoramento de medidas diagnósticas e terapêuticas enfocando o acometimento neurológico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.08.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LUGÃO, Helena Barbosa; NOGUEIRA-BARBOSA, Marcello Henrique. Avaliação ultrassonográfica de nervos periféricos em pacientes com hanseníase, antes e após o tratamento específico. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17138/tde-11092015-145610/ >.
    • APA

      Lugão, H. B., & Nogueira-Barbosa, M. H. (2015). Avaliação ultrassonográfica de nervos periféricos em pacientes com hanseníase, antes e após o tratamento específico. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17138/tde-11092015-145610/
    • NLM

      Lugão HB, Nogueira-Barbosa MH. Avaliação ultrassonográfica de nervos periféricos em pacientes com hanseníase, antes e após o tratamento específico [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17138/tde-11092015-145610/
    • Vancouver

      Lugão HB, Nogueira-Barbosa MH. Avaliação ultrassonográfica de nervos periféricos em pacientes com hanseníase, antes e após o tratamento específico [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17138/tde-11092015-145610/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021