Exportar registro bibliográfico

Tomografia computadorizada de feixe cônico como método de avaliação pós-tratamento endodôntico em sessão única ou em duas sessões (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: MAIA, CLAUDIA DE CASTRO RIZZI - FORP
  • Unidade: FORP
  • Sigla do Departamento: 807
  • Subjects: TOMOGRAFIA (ODONTOLOGIA); HIDRÓXIDO DE CÁLCIO; DOENÇAS PERIAPICAIS; ENDODONTIA
  • Keywords: calcium hydroxide; cone - beam computed tomagraphy; endondontics; lesão periapical; periapical periodontitis; tomografia computadorizada de feixe cônico
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Estudos epidemiológicos reportam elevada prevalência de lesão periapical em diferentes países, concluindo que esta constitui um problema de saúde que afeta grande parte da população. Proposição: O objetivo deste estudo clínico randomizado foi efetuar uma avaliação comparativa pós-tratamento endodôntico de dentes permanentes com lesão periapical crônica, realizado em sessão única ou em duas sessões com o uso de hidróxido de cálcio, por 14 dias, como curativo de demora entre sessões, por meio de exames de Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico (TCFC). Metodologia: Foram selecionados 26 dentes pareados de 13 pacientes atendidos na clínica de Endodontia da Universidade Ceuma (UniCeuma), de São Luís - MA, os quais foram divididos randomicamente em dois grupos (n=13/grupo) empregando a técnica de amostragem casual simples (sorteio). No Grupo I os dentes foram instrumentados e obturados na mesma sessão, enquanto no Grupo II, após a instrumentação, foi utilizado curativo de demora entre sessões com a pasta Calen®, por 14 dias, quando então foi efetuada a obturação dos canais radiculares. As imagens de TCFCs foram obtidas em dois momentos distintos: (1) antes do tratamento; e (2) após doze meses do tratamento. O volume das lesões foi obtido pré e pós-tratamento endodôntico, em mm³, e foi calculada a porcentagem de redução volumétrica das lesões periapicais para cada grupo. A redução volumétrica dos dentes dos Grupos I e II foram comparadas por meio do teste t de Student para amostras pareadas. Foi avaliado também se havia diferença estatisticamente significante na frequência de casos com redução volumétrica maior que 50% entre os Grupos (α² likelihood ratio). Os testes foram realizados empregando o programa estatístico SPSS 19.0, com nível de significância de 5%. Resultados: Os volumes tomográficos médios iniciais e finais das lesõesperiapicais dos Grupos I e II foram, respectivamente, GI - 73,47 mm³; 27,73 mm³ e GII - 65,94 mm³; 12,84 mm³. A redução percentual média das lesões periapicais foi maior para o Grupo II (79,25%), em comparação ao Grupo I (68,35%), embora sem apresentar diferença significante (p>0,05). Não foi observado reparo completo, após 12 meses, em nenhum caso, em ambos os grupos. Observou-se redução superior a 50% em todos os dentes do Grupo II, enquanto que apenas 69,2% dos dentes do Grupo I atingiram esse percentual, evidenciando que a redução volumétrica da lesão periapical superior a 50% foi maior com o uso do curativo de demora entre sessões (p<0,05). Conclusão: A avaliação pelo método da TCFC, no período de 12 meses, não evidenciou reparação completa em nenhum dos casos tratados em sessão única ou com o uso de curativo de demora entre em sessões, demonstrando que esse período de acompanhamento não é suficiente para a regressão total da lesão periapical. Em ambos os grupos foi observada redução volumétrica das lesões periapicais semelhante após 12 meses, sendo que foi evidenciado reparo mais avançado (mais de 50% de redução volumétrica), no grupo onde foi utilizado curativo de demora entre sessões à base de hidróxido de cálcio por 14 dias, fornecendo subsídios para sua indicação do ponto de vista clínico, em dentes portadores de lesão periapical crônica, previamente à obturação dos canais radiculares
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.09.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MAIA, Cláudia de Castro Rizzi; SILVA, Léa Assed Bezerra da. Tomografia computadorizada de feixe cônico como método de avaliação pós-tratamento endodôntico em sessão única ou em duas sessões. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-02022015-083608/ >.
    • APA

      Maia, C. de C. R., & Silva, L. A. B. da. (2014). Tomografia computadorizada de feixe cônico como método de avaliação pós-tratamento endodôntico em sessão única ou em duas sessões. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-02022015-083608/
    • NLM

      Maia C de CR, Silva LAB da. Tomografia computadorizada de feixe cônico como método de avaliação pós-tratamento endodôntico em sessão única ou em duas sessões [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-02022015-083608/
    • Vancouver

      Maia C de CR, Silva LAB da. Tomografia computadorizada de feixe cônico como método de avaliação pós-tratamento endodôntico em sessão única ou em duas sessões [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-02022015-083608/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020