Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Programa Saúde na Escola: análise da gestão local, ações de alimentação e nutrição e estado nutricional dos escolares brasileiros (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, ANA CAROLINA FELDENHEIMER DA - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HNT
  • DOI: 10.11606/T.6.2014.tde-21102014-115727
  • Subjects: SAÚDE ESCOLAR; ADOLESCENTES; AVALIAÇÃO DE PROGRAMAS DE SAÚDE; AVALIAÇÃO NUTRICIONAL; CRIANÇAS; ESTUDANTES; VIGILÂNCIA NUTRICIONAL; ESTADO NUTRICIONAL (EVOLUÇÃO); ESTUDOS TRANSVERSAIS; ESTUDOS LONGITUDINAIS
  • Keywords: Avaliação de Programas e Projetos de Saúde
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A escola é um espaço privilegiado para o desenvolvimento de ações de promoção da saúde e melhoria das condições de bem-estar dos educandos. O Programa Saúde na Escola PSE, criado em 2007, é uma iniciativa intersetorial, entre Ministérios da Saúde e da Educação que objetiva implementar ações de diagnóstico, atenção, prevenção e promoção à saúde dos escolares, em escolas públicas brasileiras. O acompanhamento do estado nutricional de crianças e adolescentes é uma das atividades previstas para o PSE e é acompanhado sistematicamente pela Atenção Básica - AB dos SUS por meio do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional SISVAN. Objetivo: Realizar um diagnóstico da estruturação do Programa nos municípios brasileiros, com foco nas ações de alimentação e nutrição e avaliar a evolução do estado nutricional de crianças e adolescentes com idades entre 7 e 18 anos, atendidos pela Atenção Básica e verificar qual o momento mais oportuno para a realização de intervenções que objetivem o adequado desenvolvimento do crescimento, e consequentemente, do estado nutricional em crianças e adolescentes. Metodologia: A tese está organizada em duas seções, sendo a primeira composta por um estudo transversal, com levantamento direto de dados com os gestores municipais do PSE do setor saúde, por meio de formulário eletrônico, com questões sobre a gestão do programa, estrutura do município e organização das ações de alimentação e nutrição e;a segunda seção é um estudo longitudinal de avaliação da tendência de variação do estado nutricional de escolares entre 7 e 18 anos, frequentadores da AB, com dados registrados no SISVAN, entre os anos de 2008 e 2012, com avaliação da média de escore-Z do indicador de IMC para-a-idade, em comparação com as curvas de referência da Organização Mundial da Saúde propostas em 2007. Resultados: Para a análise do Programa foi proposto um modelo lógico de avaliação, baseado nos componentes do PSE. Dentre os principais achados, destaca-se: Os municípios (n=380), que responderam o formulário possuem um número médio de 45 escolas e contam em média com 11 equipes de Saúde da Família. Cerca de 59 por cento dos municípios realizaram diagnóstico prévio para implantação do programa e apenas 62,8 por cento dos municípios pactuaram as ações do PSE no Conselho Municipal de Saúde. Cerca de metade dos gestores do programa (53,6 por cento) são enfermeiros. Para potencializar as ações no ambiente escolar quase dois terços dos gestores municipais alegam contar com o auxílio de outros parceiros para a execução das ações. No que se refere às ações de alimentação e nutrição desenvolvidas nos municípios: 93,6 por cento tem no seu quadro de funcionários nutricionistas, sendo que cerca de 70 por cento possuem um nutricionista na alimentação escolar, 43,9 por cento contam com equipes de NASF e em 84,3 por cento das equipes de Núcleos de Apoio à Saúde da Família há um nutricionista.Dos respondentes, cerca de 62,5 por cento realizaram a Semana Saúde na Escola no ano de 2012 e 90 por cento declararam ser esta uma ação que fortalece o PSE no município. Na análise temporal do estado nutricional dos escolares, observou-se que em todas as idades a média do escore Z do IMC para a idade está acima de zero, sendo sempre maior do que o valor de referência. Ao longo das idades essa média apresenta crescimento entre as crianças com idades entre 7 e 10 anos, com uma pequena queda entre 10 e 14 anos e com uma tendência ascendente após os 15 anos para ambos os sexos. A tendência de aumento dos valores também é observada ano a ano. Entre o período analisado (anos de 2008 a 2012) ocorre um incremento constante nesta média, sendo este um reflexo do incremento do peso corporal destas crianças e adolescentes. O comportamento do escore-Z deveria ser constante e em uma população saudável a distribuição seria praticamente igual ao das curvas de referência. Conclusão: O PSE possui ferramentas que lhe conferem capacidade de enfrentar os desafios em saúde e as ações devem ser planejadas e discutidas de maneira a propiciar um ambiente de práticas e hábitos saudáveis. O Estado Nutricional apresenta uma tendência de aumento anual do IMC médio dos escolares, reforçando os diferentes estudos que mostram o aumento do excesso de peso em todas as fases do curso da vida. O melhor momento para a intervenção entre crianças e adolescentes é o intervalo entre os 10 e 14 anos, onde há uma tendência de declive na curva de IMC para a idade.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.04.2014
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/T.6.2014.tde-21102014-115727 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Ana Carolina Feldenheimer da; JAIME, Patrícia Constante. Programa Saúde na Escola: análise da gestão local, ações de alimentação e nutrição e estado nutricional dos escolares brasileiros. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < https://teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6138/tde-21102014-115727/pt-br.php > DOI: 10.11606/T.6.2014.tde-21102014-115727.
    • APA

      Silva, A. C. F. da, & Jaime, P. C. (2014). Programa Saúde na Escola: análise da gestão local, ações de alimentação e nutrição e estado nutricional dos escolares brasileiros. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6138/tde-21102014-115727/pt-br.php
    • NLM

      Silva ACF da, Jaime PC. Programa Saúde na Escola: análise da gestão local, ações de alimentação e nutrição e estado nutricional dos escolares brasileiros [Internet]. 2014 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6138/tde-21102014-115727/pt-br.php
    • Vancouver

      Silva ACF da, Jaime PC. Programa Saúde na Escola: análise da gestão local, ações de alimentação e nutrição e estado nutricional dos escolares brasileiros [Internet]. 2014 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6138/tde-21102014-115727/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020