Exportar registro bibliográfico

Intervenções familiares no primeiro episódio psicótico: possibilidades e barreiras na perspectiva da equipe (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: FENDRICH, LORENA - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERP
  • Subjects: ENFERMAGEM PSIQUIÁTRICA; ENFERMAGEM EM SAÚDE MENTAL; SERVIÇOS DE SAÚDE MENTAL; CUIDADOS DE ENFERMAGEM
  • Keywords: Family Therapy; Mental Health Services; Prática Profissional; Professional Practice; Psychiatric Nursing; Psychotic Disorders; Terapia Familiar; Transtornos Psicóticos
  • Language: Português
  • Abstract: Com o advento da Reforma Psiquiátrica no Brasil, novos espaços de assistência e tratamento vêm sendo constituídos e a família passa a ser entendida como um fator fundamental na recuperação do portador de transtorno mental. Desta forma, compete aos profissionais apoiá- la, orientá-la e fortalecê-la, por meio de ações educativas e de apoio emocional. No entanto, estudos atuais na área apontam que a inclusão da família no tratamento de portadores de transtorno mental ainda não é procedimento de rotina em muitos serviços. O presente estudo teve como objetivo identificar e analisar as possibilidades e barreiras percebidas pelos profissionais de saúde para implantar e manter, na rotina de um serviço de saúde mental, o cuidado às famílias de portadores de transtorno mental. Método: Trata-se de um estudo qualitativo. Para a coleta de dados, foram realizadas duas sessões de grupo focal com os profissionais envolvidos com a criação e manutenção do atendimento familiar em um serviço especializado de nível ambulatorial. Resultados: Os profissionais participantes ressaltaram a importância da família no início do tratamento, e suas necessidades neste momento. Porém, reconheceram que os pacientes e seus familiares participam pouco das atividades de intervenção familiar oferecidas. As barreiras para uma participação mais ativa identificadas nas discussões estão relacionadas à própria família, ao serviço, e aos profissionais, e são semelhantes aos achados de outros estudos nacionais e internacionais. A supervalorização do modelo biomédico está presente em todas as barreiras. Conclusão: Concluímos que o estudo reforçou nossa compreensão sobre a importância da inclusão da família no atendimento de pessoas no primeiro episódio psicótico, e contribui apontando barreiras para efetivar esta proposta
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.08.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FENDRICH, Lorena; GALERA, Sueli Aparecida Frari. Intervenções familiares no primeiro episódio psicótico: possibilidades e barreiras na perspectiva da equipe. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-23112015-201052/ >.
    • APA

      Fendrich, L., & Galera, S. A. F. (2015). Intervenções familiares no primeiro episódio psicótico: possibilidades e barreiras na perspectiva da equipe. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-23112015-201052/
    • NLM

      Fendrich L, Galera SAF. Intervenções familiares no primeiro episódio psicótico: possibilidades e barreiras na perspectiva da equipe [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-23112015-201052/
    • Vancouver

      Fendrich L, Galera SAF. Intervenções familiares no primeiro episódio psicótico: possibilidades e barreiras na perspectiva da equipe [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22131/tde-23112015-201052/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021