Exportar registro bibliográfico

A vida e a vida do leitor: um conceito formado no espelho (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: NAKAGOME, PATRICIA TRINDADE - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLT
  • Subjects: LITERATURA COMPARADA; CRÍTICA LITERÁRIA; HUMANISMO
  • Keywords: Leitor
  • Language: Português
  • Abstract: O leitor é elemento fundamental para a teoria literária, tendo sido abordado por diferentes correntes críticas. Mesmo quando não é objeto específico de investigação, ele deixa suas marcas no discurso crítico. Isso porque o crítico é essencialmente um leitor, cujas experiências e valores se fazem presentes na avaliação de um texto. Quando tais referenciais são mobilizados para tratar de livros não canônicos, frequentemente constróise uma imagem negativa de seu público. A "primeira vida" do leitor seria, assim, aquela constituída no discurso crítico, como objeto de análise ou como consequência da avaliação de uma obra. Essa representação do leitor é contrastada com a chamada "segunda vida do leitor", que é anunciada pelo próprio leitor, com sua voz e seu rosto. Para nos aproximarmos desse leitor empírico, foram traçadas as histórias de cinco sujeitos, de modo a evidenciar como a experiência de leitura é muito mais complexa do que supõem algumas hipóteses traçadas a partir da imagem do próprio crítico ou de uma concepção bastante específica de literatura. Ao trazermos a primeiro plano, inclusive metodologicamente, o aspecto humano do leitor, aproximamo-nos do desejo de manter vivo o legado (humanista) da tradição literária, inclusive pelo seu questionamento. Tal legado é, paradoxalmente, por vezes defendido através de um ataque aos humanos leitores que formam a massa. Diante disso, desejamos pensar uma aproximação das "duas vidas" do leitor: a voz do sujeito e o discurso sobre ele,inclusive para apoiar a difusão da literatura que se valora. A nosso ver, isso passa por considerar formas de atuação condizentes com a democratização do acesso à literatura, com maior atenção a um espaço pouco privilegiado pela crítica: a escola. Nesse contexto, é indispensável que a crítica se abra ao encontro com o outro, numa aposta na alteridade, não num lamento diante do espelho.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.05.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NAKAGOME, Patricia Trindade; HOSSNE, Andrea Saad. A vida e a vida do leitor: um conceito formado no espelho. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8151/tde-09102015-131731/ >.
    • APA

      Nakagome, P. T., & Hossne, A. S. (2015). A vida e a vida do leitor: um conceito formado no espelho. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8151/tde-09102015-131731/
    • NLM

      Nakagome PT, Hossne AS. A vida e a vida do leitor: um conceito formado no espelho [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8151/tde-09102015-131731/
    • Vancouver

      Nakagome PT, Hossne AS. A vida e a vida do leitor: um conceito formado no espelho [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8151/tde-09102015-131731/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021