Exportar registro bibliográfico

Emprego de bioensaios para avaliação da atividade estrogênica em água para consumo humano e mananciais do Estado de São Paulo (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: BERGAMASCO, ANA MARCELA DI DEA - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBC
  • Subjects: TOXICOLOGIA AMBIENTAL; ANÁLISE TOXICOLÓGICA; SACCHAROMYCES; ÁGUA (MONITORAMENTO)
  • Language: Português
  • Abstract: Interferentes endócrinos (IE) são substâncias capazes de afetar o sistema endócrino causando danos à saúde. Os compostos estrogênicos são um tipo de IE que geram resposta biológica semelhante aos hormônios endógenos, chamada atividade estrogênica, são frequentemente encontrados no ambiente devido à poluição de origem antrópica e ineficiência de processos de tratamento de água e esgoto. O objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade estrogênica de águas de mananciais e águas tratadas para abastecimento no Estado de São Paulo por meio de bioensaios. Foram utilizados dois métodos, baseados em diferentes linhagens da levedura Saccharomyces cerevisiae capazes de responder a agentes estrogênicos pela presença do gene que codifica para o receptor de estrogênio humano e sistemas de gene repórter da atividade estrogênica. Uma das linhagens contém o gene luc, método denominado neste trabalho de Lesk, enquanto a outra contém genes lux como repórter, denominado método San. Os métodos foram comparados quanto à especificidade e sensibilidade de resposta aos principais interferentes endócrinos de ocorrência em águas e com dados de análises cromatográficas das respectivas amostras ambientais. Foi observada atividade estrogênica expressiva nas águas brutas coletadas em pontos específicos nas cidades de Campinas, Barueri, Cerquilho e em efluente hospitalar e em todas essas amostras foram detectados compostos estrogênicos-alvo. As amostras de água tratada não apresentaram atividade estrogênica nem compostos estrogênicos, com apenas uma exceção. O método San foi mais sensível que o método Lesk, tanto para compostos químicos puros quanto para amostras ambientais. O teor de substâncias detectado por análises cromatográficas não foi suficiente para explicar a atividade estrogênica observada nos bioensaios, indicando que concentrações abaixo dos limites de detecção podematividade estrogênica observada nos bioensaios, indicando que concentrações abaixo dos limites de detecção podem gerar o efeito biológico ou que compostos estrogênicos não estudados e suas misturas podem estar presentes gerando efeitos aumentados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.08.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BERGAMASCO, Ana Marcela Di Dea; UMBUZEIRO, Gisela de Aragão. Emprego de bioensaios para avaliação da atividade estrogênica em água para consumo humano e mananciais do Estado de São Paulo. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-21102015-143320/ >.
    • APA

      Bergamasco, A. M. D. D., & Umbuzeiro, G. de A. (2010). Emprego de bioensaios para avaliação da atividade estrogênica em água para consumo humano e mananciais do Estado de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-21102015-143320/
    • NLM

      Bergamasco AMDD, Umbuzeiro G de A. Emprego de bioensaios para avaliação da atividade estrogênica em água para consumo humano e mananciais do Estado de São Paulo [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-21102015-143320/
    • Vancouver

      Bergamasco AMDD, Umbuzeiro G de A. Emprego de bioensaios para avaliação da atividade estrogênica em água para consumo humano e mananciais do Estado de São Paulo [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9141/tde-21102015-143320/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021