Exportar registro bibliográfico

Dinâmica das populações, estrutura genética e química cuticular de Euglossini em fragmentos de Caatinga e Mata Atlântica de Sergipe, Brasil (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: SANTOS, ALINE BORBA DOS - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: ABELHAS; CAATINGA; FLORESTAS TROPICAIS; HIDROCARBONETOS
  • Language: Português
  • Abstract: As abelhas Euglossini, comumente conhecidas como abelhas das orquídeas, são encontradas em florestas neotropicais e caracterizadas pela coloração metálica e língua longa, que em algumas espécies pode ser mais longa do que o corpo, e os machos apresentam a tíbia modificada para coleta de fragrâncias aromáticas. Essas abelhas são importantes polinizadores e indicadores ambientais. Apresentam voo rápido e o hábito varia de acordo com a espécie em solitário a primitivamente sociais e espécies parasitas. A tribo é composta por cinco gêneros: Euglossa Latreille, Eulaema Lepeletier, Eufriesea Cockerell, Exarete e Aglae Lepeletier & Serville. Esse trabalho tem o objetivo de estudar populações de Euglossini provenientes de diferentes biomas brasileiros a fim de analisar suas condições ecológicas, químicas e genéticas. Foram coletados com o uso de seis iscas aromáticas (acetato de benzila, β-ionone, cineol, eugenol, salicilato de metila e vanilina) 1770 machos de Euglossini pertencentes à dezessete espécies de quatro gêneros da tribo; estes apresentaram relação com as condições climáticas do ambiente em que foram coletadas, sendo a Mata Atlântica o bioma que apresentou maior riqueza e abundância de espécies. Dentre as iscas utilizadas o cineol foi o composto mais atrativo. Os hidrocarbonetos cuticulares permitiram a classificação dos indivíduos de acordo com as espécies pertencentes, isso porque houve uma variação quantitativa e qualitativa dos compostos entre organismos de diferentes táxons, sendo que a variação quantitativa se dá principalmente ao nível de gênero. Dentro de uma mesma espécie a composição cuticular não sofreu alterações significativas devido às condições ambientais. Os caracteres morfométricos mostraram pequenas variações entre os biomas, mas isso não interferiu na identificação dos organismos, foram utilizadas as espécies Eg. cordata e El nigritatanto para esta como para a análise de marcadores do DNAmt que mostraram existir diferença significativa entre as áreas em estudo para as espécies estudadas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.05.2015

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Aline Borba dos; NASCIMENTO, Fábio Santos do. Dinâmica das populações, estrutura genética e química cuticular de Euglossini em fragmentos de Caatinga e Mata Atlântica de Sergipe, Brasil. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015.
    • APA

      Santos, A. B. dos, & Nascimento, F. S. do. (2015). Dinâmica das populações, estrutura genética e química cuticular de Euglossini em fragmentos de Caatinga e Mata Atlântica de Sergipe, Brasil. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Santos AB dos, Nascimento FS do. Dinâmica das populações, estrutura genética e química cuticular de Euglossini em fragmentos de Caatinga e Mata Atlântica de Sergipe, Brasil. 2015 ;
    • Vancouver

      Santos AB dos, Nascimento FS do. Dinâmica das populações, estrutura genética e química cuticular de Euglossini em fragmentos de Caatinga e Mata Atlântica de Sergipe, Brasil. 2015 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021