Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Alternative grafts for brachioaxillary hemodialysis access: 1-year comparative results (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: AUN, RICARDO - FM
  • Unidade: FM
  • DOI: 10.1590/1677-5449.0055
  • Subjects: RIM (FISIOPATOLOGIA); ENXERTO AUTÓGENO; FÍSTULA ARTERIOVENOSA (ETIOLOGIA); HEMODIÁLISE (COMPLICAÇÕES)
  • Language: Inglês
  • Abstract: Contexto: Há inúmeros pacientes renais crônicos sem veias autólogas nos membros superiores para confecção de fístulas arteriovenosas para realização de hemodiálise. As opções de fístula nestes pacientes devem ser avaliadas e comparadas. Objetivo: Comparar diferentes enxertos para acesso braquioaxilar em pacientes hemodialíticos, em relação a permeabilidade e taxas de complicação. Método: Um grupo de 49 pacientes, sem alterações no sistema arterial e sem opções venosas para criação de fístula arteriovenosa no braço e/ou antebraço, foi submetido a procedimentos cirúrgicos para implante de diferentes enxertos: veia safena autóloga, enxertos de PTFE e PROPATEN®. Resultados: Os quatro primeiros implantes de veia safena falharam no terceiro e no sexto mês após a cirurgia. Interrompeu-se o uso de veia safena autóloga no início do estudo pela extrema dificuldade de punção e pela formação de hematoma. Não houve diferenças nas taxas de falha dos enxertos de PTFE e PROPATEN® após três (p = 0,559), seis (p = 0,920) e 12 meses (p = 0,514) de seguimento. O teste de Logrank aplicado à sobrevida cumulativa dos enxertos por um ano (0,68 para PTFE; 0,79 para PROPATEN®) não relevou diferenças (p = 0,938). Não foram encontradas diferenças entre os enxertos prostéticos em relação ao tipo de complicação que determinou as falhas. Conclusão: O enxerto de veia safena autóloga parece não ser é uma boa opção para acesso braquioaxilar em hemodialíticos, já que implica em dificuldade na punção. Os enxertos de PTFE e PROPATEN® em fistula braquioaxilar resultaram em permeabilidade e taxas de complicações similares. Estudos com amostras maiores são necessários para confirmar nossos achados
  • Imprenta:
  • Source:
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.1590/1677-5449.0055 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BELCZAK, Sergio Quilici; ABRÃO, Sergio Ricardo; BERTOLDI, Vinicius; et al. Alternative grafts for brachioaxillary hemodialysis access: 1-year comparative results. Jornal Vascular Brasileiro, São Paulo, v. 14, n. 2., p. 133-138, 2015. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/jvb/v14n2/1677-5449-jvb-14-02-00133.pdf > DOI: 10.1590/1677-5449.0055.
    • APA

      Belczak, S. Q., Abrão, S. R., Bertoldi, V., Cavaquini, T. J., Slavo, L. F. M., Sincos, I. R., & Aun, R. (2015). Alternative grafts for brachioaxillary hemodialysis access: 1-year comparative results. Jornal Vascular Brasileiro, 14( 2.), 133-138. doi:10.1590/1677-5449.0055
    • NLM

      Belczak SQ, Abrão SR, Bertoldi V, Cavaquini TJ, Slavo LFM, Sincos IR, Aun R. Alternative grafts for brachioaxillary hemodialysis access: 1-year comparative results [Internet]. Jornal Vascular Brasileiro. 2015 ; 14( 2.): 133-138.Available from: http://www.scielo.br/pdf/jvb/v14n2/1677-5449-jvb-14-02-00133.pdf
    • Vancouver

      Belczak SQ, Abrão SR, Bertoldi V, Cavaquini TJ, Slavo LFM, Sincos IR, Aun R. Alternative grafts for brachioaxillary hemodialysis access: 1-year comparative results [Internet]. Jornal Vascular Brasileiro. 2015 ; 14( 2.): 133-138.Available from: http://www.scielo.br/pdf/jvb/v14n2/1677-5449-jvb-14-02-00133.pdf


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020