Exportar registro bibliográfico

Produção, comércio e acumulação de riqueza em um município escravista mineiro: Lavras/MG (1870-1888) (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: VIEIRA, EDUARDO JOSÉ - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLH
  • Subjects: PRODUÇÃO (ECONOMIA) (HISTÓRIA); HISTÓRIA ECONÔMICA; RIQUEZA
  • Keywords: Accumulated wealth; Riqueza acumulada
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa busca analisar a população e a riqueza do município de Lavras/MG, nos anos finais do regime escravista brasileiro, observando a estrutura da riqueza acumulada e as principais atividades produtivas da localidade. Tratou-se da riqueza da população total e, em especial, da elite local, sendo considerado como tal os processos que somaram mais de trinta contos de reis ou que possuíam mais de vinte cativos. Foram utilizados como fontes o Recenseamento Geral do Império de 1872 e os inventários post-morten disponíveis para o período. A partir dos dados do censo, buscou-se caracterizar a população lavrense acerca de indicadores como condição social, sexo, idade, condição conjugal e ocupação. De forma complementar, foram utilizados os dados dos inventários para caracterizar a população cativa de acordo com os diferentes tamanhos de escravarias. Os inventários foram utilizados também para identificar a estrutura da riqueza acumulada no município. Considerando os ativos divididos entre bens móveis, animais, escravos, imóveis rurais, imóveis urbanos, culturas e mantimentos, dívidas ativas, passivas e dinheiro e ações, foi possível identificar as principais opções de investimento da população local, considerando as diferentes faixas de riqueza e com especial atenção à riqueza da elite. Com os recursos apresentados foi possível concluir quanto à característica predominantemente rural e escravista do município, demonstrada tanto nos dados referentes à ocupação da populaçãoquanto na riqueza apresentada nos inventários, onde predomina a propriedade rural e o trabalho cativo. As principais atividades produtivas verificadas foram a criação de animais, o cultivo de alimentos como milho, arroz, feijão, e a produção de cana de açúcar, destinada à fabricação de açúcar e aguardente. As atividades comerciais se mostraram de grande importância no município, sendo que os maiores proprietários de riqueza eram, com frequência ao mesmo tempo, fazendeiros e comerciantes. Os altos valores aplicados em dívidas ativas também atestam a importância das atividades comerciais no município. Espera-se conseguir demonstrar, portanto, a importância das atividades de produção agropecuária e comércio na economia do município de Lavras e, em especial, no processo de acumulação de riqueza da elite lavrense.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.03.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VIEIRA, Eduardo José; SAES, Alexandre Macchione. Produção, comércio e acumulação de riqueza em um município escravista mineiro: Lavras/MG (1870-1888). 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8137/tde-06082015-115108/ >.
    • APA

      Vieira, E. J., & Saes, A. M. (2015). Produção, comércio e acumulação de riqueza em um município escravista mineiro: Lavras/MG (1870-1888). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8137/tde-06082015-115108/
    • NLM

      Vieira EJ, Saes AM. Produção, comércio e acumulação de riqueza em um município escravista mineiro: Lavras/MG (1870-1888) [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8137/tde-06082015-115108/
    • Vancouver

      Vieira EJ, Saes AM. Produção, comércio e acumulação de riqueza em um município escravista mineiro: Lavras/MG (1870-1888) [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8137/tde-06082015-115108/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021