Exportar registro bibliográfico

Do passado que insiste em persistir: conflitos e possibilidades para um desenvolvimento do turismo de base comunitária na Vila de Barra do Una em Peruíbe (SP)  (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: FERREIRA, PAULO TÁCIO AIRES - EACH
  • Unidade: EACH
  • Subjects: TURISMO; ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL; COMUNIDADES LOCAIS
  • Keywords: Áreas protegidas e comunidades locais; Community-based tourism; Protected areas and local communities; Turismo de base comunitária
  • Language: Português
  • Abstract: O histórico de criação e gestão de áreas protegidas brasileiras configurou-se como experiências antidemocráticas, pouco estimuladoras da participação social. O desenvolvimento do turismo no Brasil possui um histórico, a princípio, guiado por modelos centralizadores e, posteriormente, orientado pelas idéias políticas neoliberais que privilegiaram setores privados em detrimento do desenvolvimento de comunidades locais. Seguindo esses modelos, a criação da Estação Ecológica Juréia-Itatins (EEJI), uma unidade de conservação de proteção integral, não permitia moradias e usos de populações, gerando alterações no modo de vida das populações tradicionais inseridas em seu interior. Com as lutas dos povos da região, o local transformou-se em um Mosaico de Unidades de Conservação, englobando áreas protegidas de uso sustentável, categorias mais flexíveis, cujas possibilidades de usos ainda estão sendo discutidas e negociadas pelos atores da região: moradores, ocupantes não tradicionais e a Fundação Florestal, o órgão gestor da área. O objetivo deste trabalho é avaliar as possibilidades de desenvolvimento do turismo de base comunitária na Vila de Barra do Una, localizada no município de Peruíbe, São Paulo, e também inserida na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Barra do Una (RDSBU). (continua)(continuação) Consideram-se os conflitos decorrentes da existência de áreas protegidas no local, bem como os impactos socioculturais ocasionados pelo turismo. A metodologia utilizada foi a etnografia, com foco na descrição densa de Clifford Geertz (2012), partindo da construção de uma narrativa de segunda mão, recurso importante para entendimento das mudanças ocorridas no local estudado e suas perspectivas futuras. Apresenta-se como resultados que a comunidade desenvolveu relativa experiência por meio de suas lutas políticas e vivência com a prática do turismo, onde é perceptível uma organização socioprodutiva da atividade. A comunidade estudada (incluindo todos os grupos sociais implicados na vila) possui alguns aspectos positivos para o desenvolvimento de um turismo de base comunitária: os moradores (tradicionais e ocupantes não tradicionais) possuem larga identificação e enraizamento territorial; apresentam uma organização social relevante; desenvolveram uma larga experiência tanto política e também com a atividade do turismo; e agregaram parceiros, ainda que em alguns momentos tenha havido conflitos com estes. Por outro lado, também possuem alguns desafios a serem transpostos: nas premissas de conservação da unidade de conservação, as instituições públicas como a Fundação Florestal precisam também incluir a sociodiversidade nos processos de tomada de decisões, levando em conta o direito indispensável da participação social; devem, além disso, pautar pela clareza e transparência na gestão da área protegida, para este fato recomenda-se os princípios estabelecidos por Graham, Amos, Plumptre (2003). (continua)(continuação) Conclui-se que a comunidade necessita manter o esforço de buscar e ter consciência da importância da união coletiva, tencionando superar o subaproveitamento da atividade, retomar parcerias que já foram realizadas em outros tempos, para adiante trabalhar um turismo mais planejado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.05.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERREIRA, Paulo Tacio Aires; RAIMUNDO, Sidnei. Do passado que insiste em persistir: conflitos e possibilidades para um desenvolvimento do turismo de base comunitária na Vila de Barra do Una em Peruíbe (SP) . 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100134/tde-29072015-141146/ >.
    • APA

      Ferreira, P. T. A., & Raimundo, S. (2015). Do passado que insiste em persistir: conflitos e possibilidades para um desenvolvimento do turismo de base comunitária na Vila de Barra do Una em Peruíbe (SP) . Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100134/tde-29072015-141146/
    • NLM

      Ferreira PTA, Raimundo S. Do passado que insiste em persistir: conflitos e possibilidades para um desenvolvimento do turismo de base comunitária na Vila de Barra do Una em Peruíbe (SP)  [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100134/tde-29072015-141146/
    • Vancouver

      Ferreira PTA, Raimundo S. Do passado que insiste em persistir: conflitos e possibilidades para um desenvolvimento do turismo de base comunitária na Vila de Barra do Una em Peruíbe (SP)  [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/100/100134/tde-29072015-141146/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021