Exportar registro bibliográfico

Emprego de análise térmica e forno tubular de queda livre (DTF) para estudar a eficiência térmica de carvões minerais, bagaço de cana-de-açúcar e suas misturas (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: MORTARI, DANIELA ANDRESA - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SEM
  • Subjects: CANA-DE-AÇÚCAR; ANÁLISE TÉRMICA; CARVÃO MINERAL
  • Language: Português
  • Abstract: No desenvolvimento deste estudo avaliou-se o comportamento térmico do bagaço de cana-de-açúcar, dois carvões minerais (CE4500 e PSOC 1451), e suas misturas (75%carvão/25%bagaço) nas seguintes atmosferas: 80%'N IND.2'/20%'0 IND.2' (combustão convencional), 80%'C0 IND.2'/20%'0 IND.2' (simulando oxi-combustão), 100% 'CO IND.2', 100% 'N IND.2' e 100% 'O IND.2'. Por meio da caracterização físico-química dos materiais e da análise térmica foram avaliados os perfis de decomposição térmica dos materiais, eventos entálpicos, determinação da energia de ativação, a influência da atmosfera na decomposição, emissões de 'S0 IND.2', 'CO IND.2', 'NO' e 'CO', a capacidade de queima, os resíduos e o efeito de sinergismo. As principais técnicas empregadas neste estudo foram análise elementar, análise termogravimétrica (TGA), análise térmica diferencial (DTA) e um reator tubular de queda livre (DTF - Drop Tube Furnace), desenvolvido no decorrer deste estudo. Os resultados termogravimétricos mostraram que a decomposição térmica do bagaço ocorre com maiores taxas de reação e picos exotérmicos mais intensos comparados aos carvões. Tal comportamento é atribuído ao alto teor de material volátil presente no bagaço. Esta característica do bagaço também promove a obtenção de menores valores de energia de ativação (E'alfa') na etapa inicial da decomposição térmica (30 kJ mol-1 comparados a 126 kJ mol-1 para o CE 4500 e 100 kJ mol-1 para o PSOC 1451), que confirmam a maior facilidade no processo de ignição do bagaço em relação aos carvões. Em relação ao efeito da atmosfera, quando 'N IND.2' é substituído por 'C0 IND.2' observa-se aumento de 6 vezes nos valores iniciais de energia de ativação para o bagaço de cana (E'alfa' inicial passa de 30 kJ mol-1 para 170 kJ mol-1). Contudo, efeito contrário é observado para os carvões (E'alfa' inicial diminui de 200 para 130 kJ mol-1 para o CE 4500e de 100 para 75 kJ mol-1 para o PSOC 1451). A diferença de comportamento do bagaço em relação aos carvões é atribuída ao mecanismo de difusão do material volátil durante a decomposição térmica considerando a escala de análise aplicada. Os resultados obtidos em DTF mostraram que, quando o processo ocorre sob atmosfera contendo 'CO IND.2' (típica de oxi-combustão), para todos os materiais as emissões de 'NO' são até 34% inferiores àquelas feitas sob atmosfera de ar. Entretanto, efeito contrário é observado para as emissões de 'CO'. Em relação às emissões de 'S0 IND.2', nenhuma tendência pode ser observada. O rendimento da queima do bagaço foi 50% superior em atmosfera de ar devido à facilidade da ignição nesta atmosfera. Para o carvão CE 4500, os maiores rendimentos de queima foram obtidos em atmosferas contendo 'C0 IND.2' (8% a menos de material não queimado comparado aos resíduos obtidos em ar sintético). Em relação ao estudo de sinergismo, as técnicas de análise utilizadas no desenvolvimento desta pesquisa não apresentaram embasamento suficiente para comprovar positivamente a interação entre os materiais. Para ambas as misturas também não se evidenciaram alterações de comportamento em função da atmosfera utilizada
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.06.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORTARI, Daniela Andresa; CRNKOVIC, Paula Cristina Garcia Manoel. Emprego de análise térmica e forno tubular de queda livre (DTF) para estudar a eficiência térmica de carvões minerais, bagaço de cana-de-açúcar e suas misturas. 2015.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18147/tde-26072016-100645/pt-br.php >.
    • APA

      Mortari, D. A., & Crnkovic, P. C. G. M. (2015). Emprego de análise térmica e forno tubular de queda livre (DTF) para estudar a eficiência térmica de carvões minerais, bagaço de cana-de-açúcar e suas misturas. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18147/tde-26072016-100645/pt-br.php
    • NLM

      Mortari DA, Crnkovic PCGM. Emprego de análise térmica e forno tubular de queda livre (DTF) para estudar a eficiência térmica de carvões minerais, bagaço de cana-de-açúcar e suas misturas [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18147/tde-26072016-100645/pt-br.php
    • Vancouver

      Mortari DA, Crnkovic PCGM. Emprego de análise térmica e forno tubular de queda livre (DTF) para estudar a eficiência térmica de carvões minerais, bagaço de cana-de-açúcar e suas misturas [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18147/tde-26072016-100645/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021