Exportar registro bibliográfico

Resistência ao complexo de percevejos em linhagens elite de soja (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: MOREIRA, FABIANA FREITAS - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LGN
  • Subjects: SOJA; RESISTÊNCIA GENÉTICA VEGETAL; PERCEVEJO
  • Language: Português
  • Abstract: Programas de melhoramento genético são fundamentais para suprir à crescente demanda por maiores rendimentos. Contudo, existem alguns fatores restritivos à produtividade, como a incidência de insetos-praga e doenças. Dentre os insetos que atacam a cultura da soja, os percevejos são considerados pragas-chave, pois se alimentam diretamente da parte reprodutiva das plantas, danificando vagens e sementes. A seleção para resistência a percevejos pode levar a redução da produtividade, na ausência dessas pragas. Dessa forma o objetivo geral desse trabalho foi avaliar linhagens elite de soja em duas safras (2013/2014 e 2014/2015), sendo a primeira com controle dos percevejos e a outra sob ataque natural desses insetos. Na safra de 2013/2014 foram avaliadas 295 linhagens de soja, previamente selecionadas para resistência ao complexo de percevejos, e nove testemunhas (BMX Ativa, NA5909 RR, FTS Arapoty, FTS Campo Mourão, NA4823RR, IAC-100, V Max, CD-215 e BMX Potência) em dois ambientes. Os caracteres avaliados foram: número de dias para a maturidade (NDM); período de granação (PEG); valor agronômico (VA); acamamento (AC); produtividade de grãos (PG); peso de cem sementes (PCS). Foram calculados os componentes de variância e valor genotípicos pelo método REML/BLUP, herdabilidade e correlação genotípica. A seleção dos genótipos foi baseada no caráter PG, sendo considerado para seleção valores acima de 3000 kg.ha-1. A herdabilidade entre os caracteres avaliados variou de 0,084 (PEG) a0,854 (PCS). Sete correlações apresentaram significância (P < 0,05) pelo Teste t, sendo que para PG apenas as correlações com VA e AC foram significativas. A seleção baseada na PG foi satisfatória para gerar ganho para todas as características avaliadas, sendo que alguns genótipos tiveram valor genotípico favorável ou contrário ao ganho de seleção estimado. Na safra de 2014/2015, as mesmas linhagens e testemunhas foram avaliadas sob infestação natural de percevejos. Os caracteres avaliados foram número de dias para a maturidade (NDM); altura da planta na maturidade (APM); acamamento (AC); valor agronômico (VA); produtividade de grãos (PG); período de granação (PEG); peso de cem sementes (PCS); retenção foliar (RF); e peso de sementes boas (PSB). As análises foram semelhantes à da safra anterior, com exceção que seleção foi baseada na característica PSB, visando a obtenção de genótipos superiores, considerando resistência ao complexo de percevejos e alto rendimento. A população de percevejos foi avaliada pelo método pano de batida, sendo que houve aumento dos mesmo durante o período de granação, chegando a um nível superior ao patamar para danos econômicos. A variância genotípica teve maior magnitude que a variância residual para VA, PSB e PCS, indicando alta variabilidade genética para essas características. As herdabilidades observadas foram de intermediária a alta, variando de 0,553 (APM) a 0,838 (PSC). A maioria das correlações foram significativas pelo teste de t (P <0,05). A maior correlação positiva encontrada foi entre PSB e PG (0,765), enquanto que a negativa foi entre VA e RF (- 0,835). PSB teve correlações significativas com todas as outras características e foi eficiente para selecionar genótipos com alto rendimento, boas características agronômicas e resistentes ao complexo de percevejos e alto rendimento. A população de percevejos foi avaliada pelo método pano de batida, sendo que houve aumento dos mesmo durante o período de granação, chegando a um nível superior ao patamar para danos econômicos. A variância genotípica teve maior magnitude que a variância residual para VA, PSB e PCS, indicando alta variabilidade genética para essas características. As herdabilidades observadas foram de intermediária a alta, variando de 0,553 (APM) a 0,838 (PSC). A maioria das correlações foram significativas pelo teste de t (P < 0,05). A maior correlação positiva encontrada foi entre PSB e PG (0,765), enquanto que a negativa foi entre VA e RF (- 0,835). PSB teve correlações significativas com todas as outras características e foi eficiente para selecionar genótipos com alto rendimento, boas características agronômicas e resistentes ao complexo de percevejos.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.08.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MOREIRA, Fabiana Freitas; PINHEIRO, José Baldin. Resistência ao complexo de percevejos em linhagens elite de soja. 2015.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-29092015-102140/ >.
    • APA

      Moreira, F. F., & Pinheiro, J. B. (2015). Resistência ao complexo de percevejos em linhagens elite de soja. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-29092015-102140/
    • NLM

      Moreira FF, Pinheiro JB. Resistência ao complexo de percevejos em linhagens elite de soja [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-29092015-102140/
    • Vancouver

      Moreira FF, Pinheiro JB. Resistência ao complexo de percevejos em linhagens elite de soja [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-29092015-102140/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021