Exportar registro bibliográfico

Comportamento dos mercados do BRICS a partir da Crise do Subprime: uma análise dos fenômenos de interdependência e contágio (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SANTOS, CAROLINA MACAGNANI DOS - FEARP
  • Unidades: FEARP
  • Sigla do Departamento: EAD
  • Subjects: ANÁLISE DE SÉRIES TEMPORAIS; MERCADO FINANCEIRO
  • Keywords: Contágio; Contagion; Desenvolvidos; Developed; Emergentes; Emerging; Interdependence; Interdependência; Retornos; Returns; Séries Temporais; Time Series; Volatilidade; Volatility
  • Language: Português
  • Abstract: Até a Crise do Subprime que teve início em 2008, o Crash da Bolsa de Nova York ocorrido em 1929 era considerado a crise de maior impacto. As repercussões desta crise entre vários mercados internacionais fez com que o termo "contágio" passasse a ser amplamente utilizado no contexto de turbulências do mercado financeiro que a partir de então, deixaram de ser locais e passaram a ter efeitos globais. Neste contexto, os países emergentes tem recebido bastante atenção, já que a maioria das crise que ocorreram antes da Crise do Subprime, tiveram início nestes mercados. Entre os países emergentes, o grupo do BRICS, composto por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul se destacam, especialmente após 2008, como economias emergentes cujos desempenhos econômicos foram superiores aos dos mercados desenvolvidos. Sabe-se que os movimentos de contágio entre mercados financeiros tendem a ocorrer a partir dos desenvolvidos em direção aos emergentes. Porém, a partir da grande importância atribuída ao grupo de países emergentes pertencentes ao BRICS, a hipótese de que estes mercados se comportariam como mercados desenvolvidos quando analisadas suas relações de interdependência e contágio com outros mercados emergentes se tornou interessante de ser testada. Para que este objetivo fosse alcançado, foram definidos quinze países alocados a três grupos, incluindo o grupo do BRICS. O grupo dos países desenvolvidos foi composto por Estados Unidos, Japão, Alemanha, Inglaterra e França. México,Indonésia, Turquia, Irã e Polônia formaram o grupo dos países emergentes não pertencentes ao BRICS. As análises foram feitas a partir de séries temporais de retornos dos principais índices de cada país, de 2008 a 2013. Inicialmente foram feitas as análises das estatísticas descritivas de cada série e depois foram identificadas as relações entre as séries de retornos dos mercados, para que então os fenômenos de interdependência e contágio pudessem ser investigados. Apesar dos resultados dos testes não terem mostrado que os países do BRICS se comportam como mercados desenvolvidos quando analisada sua influência sobre o comportamento dos outros mercados emergentes, verifica-se que seus países têm maior influência sobre os demais mercados do que os países do grupo dos emergentes não pertencentes ao BRICS
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.05.2015

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Carolina Macagnani dos; PIMENTA JÚNIOR, Tabajara. Comportamento dos mercados do BRICS a partir da Crise do Subprime: uma análise dos fenômenos de interdependência e contágio. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/96/96132/tde-14082015-105941/ >.
    • APA

      Santos, C. M. dos, & Pimenta Júnior, T. (2015). Comportamento dos mercados do BRICS a partir da Crise do Subprime: uma análise dos fenômenos de interdependência e contágio. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/96/96132/tde-14082015-105941/
    • NLM

      Santos CM dos, Pimenta Júnior T. Comportamento dos mercados do BRICS a partir da Crise do Subprime: uma análise dos fenômenos de interdependência e contágio [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/96/96132/tde-14082015-105941/
    • Vancouver

      Santos CM dos, Pimenta Júnior T. Comportamento dos mercados do BRICS a partir da Crise do Subprime: uma análise dos fenômenos de interdependência e contágio [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/96/96132/tde-14082015-105941/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020