Exportar registro bibliográfico

Da experiência de perda à perda de experiência: um estudo sobre a Erfahrung na teoria psicanalítica, na filosofia e na clínica (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: REIS, MARIA LETICIA DE OLIVEIRA - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSC
  • Subjects: TEORIA PSICANALÍTICA; FILOSOFIA; CLÍNICAS; LUTO (ESTADO EMOCIONAL)
  • Keywords: Experience; Experiência; Real; Real; Transformação; Transformation
  • Language: Português
  • Abstract: Trata-se de estudar a noção de experiência (Erfahrung) para compreender os relatos de análise e estudar os relatos para compreender a noção de experiência. Nossa tese sugere que a experiência em psicanálise apresenta-se sob o signo negativo, relacionado com o luto de um objeto perdido ou o inapreensível de um evento traumático, bem como pelo signo positivo de um acontecimento de elaboração ou reconstrução. Observamos como a noção de experiência se articula ao conceito de objeto, em sua característica de perda, como também em relação à experiência de um saber. A dificuldade de se dizer o que é uma experiência a coloca lado a lado com o conceito de Real, que traz em si o impedimento de que falemos direta e positivamente acerca dele. Este aspecto subjetivo e constitutivo da perda chamamos de experiências de perda, e o campo social da perda, os conflitos com a civilização, as ambiguidades com o outro, chamamos de perda da experiência. A perda da experiência do sujeito moderno produz um sujeito capaz do encontro com o novo, que a era moderna começou a oferecer. Ele não é nem tão forte que não possa ser transformado, nem tão fraco que não possa ser autêntico. É assim que tornamos a experiência um sucedâneo da transformação. Diante dessa via de mão dupla entre as experiências de perda (perda de si, perda de objeto) e a perda da experiência do sujeito moderno encontramos nossa hipótese de pesquisa: A noção de experiência em psicanálise se relaciona à perda de objeto e antes mesmo dehaver a perda de experiência houve a experiência de perda. Compreendemos a escrita como mediadora entre estas duas experiências de perda. Esta parte da pesquisa nomeamos de experiência sensível. Percorremos os teóricos do pragmatismo, da filosofia crítica alemã e alguns pensadores estruturalistas franceses, considerados desde o ponto de vista da relação entre suas ideias e suas experiências pessoais de luto
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.06.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      REIS, Maria Leticia de Oliveira; DUNKER, Christian Ingo Lenz. Da experiência de perda à perda de experiência: um estudo sobre a Erfahrung na teoria psicanalítica, na filosofia e na clínica. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-29092015-165550/ >.
    • APA

      Reis, M. L. de O., & Dunker, C. I. L. (2015). Da experiência de perda à perda de experiência: um estudo sobre a Erfahrung na teoria psicanalítica, na filosofia e na clínica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-29092015-165550/
    • NLM

      Reis ML de O, Dunker CIL. Da experiência de perda à perda de experiência: um estudo sobre a Erfahrung na teoria psicanalítica, na filosofia e na clínica [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-29092015-165550/
    • Vancouver

      Reis ML de O, Dunker CIL. Da experiência de perda à perda de experiência: um estudo sobre a Erfahrung na teoria psicanalítica, na filosofia e na clínica [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-29092015-165550/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021