Exportar registro bibliográfico

Espectro das doenças neuroinfecciosas em pacientes HIV positivos: correlação anatomo-radiológica (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: REZENDE, ANA FLÁVIA DA CUNHA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO; SÍNDROME DE IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA; RADIOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Com o advento da terapia antirretroviral de alta potência (HAART), em meados dos anos 90, observou-se uma mudança dos achados neuropatológicos e de neuroimagem dos pacientes infectados pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) até então descritos, pois ocorreu uma redução do dano ao sistema imunológico ocasionando um declínio de infecções oportunistas, além de uma maior sobrevida destes pacientes. Neste projeto propomos avaliar, de forma retrospectiva, os principais padrões de neuroinfecção nos exames de ressonância magnética (RM) dos pacientes infectados pelo HIV autopsiados pelo Serviço de Patologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto nos últimos dez anos (período de 2003 a 2013), correlacionando-os com os achados da necropsia (diagnóstico post-mortem) bem como os dados clínicos e laboratoriais como a idade dos pacientes, tempo de infecção pelo HIV, uso do tratamento antirretroviral – HAART ( uso regular, uso irregular ou não uso da medicação), contagem de linfócitos T CD4+ e carga viral em sangue periférico. A casuística totalizava 203 pacientes necropsiados, contudo apenas 41 casos apresentavam exames de ressonância magnética de encéfalo, além de história clínica e laboratorial de neuroinfecção confirmados. A prevalência de doenças neurológicas oportunistas foi elevada (78 %) segundo o laudo anatomopatológico, destacando-se a alta frequência de neurotoxoplasmose (34,1%), neurocriptococose (25%) e infecções polimicrobianas (21,4%). Os laudos da ressonância magnética foram pouco acertivos (taxa de acerto de 31,7%), pois a maioria dos pacientes HIV positivos, fizeram uso irregular ou não fizeram uso da terapia anti-retroviral (HAART) e com isto apresentavam carga viral significativa (superior a 50 cópias/microlitro) e níveis de CD4 baixos (média de 56 células/microlitro), predispondo a infecção de vários agentesetiológicos concomitantemente e padrões de imagens não usuais e/ou pouco específicos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.05.2015

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      REZENDE, Ana Flávia da Cunha; SANTOS, Antônio Carlos dos. Espectro das doenças neuroinfecciosas em pacientes HIV positivos: correlação anatomo-radiológica. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015.
    • APA

      Rezende, A. F. da C., & Santos, A. C. dos. (2015). Espectro das doenças neuroinfecciosas em pacientes HIV positivos: correlação anatomo-radiológica. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Rezende AF da C, Santos AC dos. Espectro das doenças neuroinfecciosas em pacientes HIV positivos: correlação anatomo-radiológica. 2015 ;
    • Vancouver

      Rezende AF da C, Santos AC dos. Espectro das doenças neuroinfecciosas em pacientes HIV positivos: correlação anatomo-radiológica. 2015 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021