Exportar registro bibliográfico

Seleção, sequenciamento do DNA e produção de anticorpos monoclonais humanos (scFv) inibidores, in vitro e in vivo, das ações tóxicas do veneno bruto, da melitina e da PLA2 purificadas de Apis mellifera africanizada (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: PESSENDA, GABRIELA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBI
  • Subjects: ABELHAS; ANTICORPOS MONOCLONAIS; VENENOS DE ORIGEM ANIMAL
  • Language: Português
  • Abstract: As abelhas africanizadas são o resultado do cruzamento entre as abelhas africanas e europeias. Embora esses híbridos tenham contribuído positivamente para a economia do Brasil, com o aumento na polinização de safras e na produção de mel, também ocasionaram impactos negativos em razão da sua agressividade e dos ataques em massa. Esses ataques podem resultar em envenenamentos ou mortes decorrentes da abundante quantidade de toxinas inoculadas. Entre o período de 2000 e 2013, foram registrados 77.066 casos de acidentes com abelhas no Brasil. No estado de São Paulo, o número de acidentes aumentou de 600 casos registrados no ano de 1998 para 2.293 acidentes em 2014. O veneno de abelhas é composto por diversas substâncias, e dentre elas estão a melitina e a fosfolipase A2 (PLA2). Devido à falta de um antiveneno para casos de envenenamento por abelhas, o presente trabalho buscou produzir fragmentos de anticorpos monoclonais humanos (scFvs), através da técnica de Phage Display, contra os dois principais componentes do veneno de abelha, a melitina e a PLA2, com o objetivo de minimizar seus efeitos tóxicos nos casos de envenenamento. Para tanto, foram realizadas duas seleções de fagos-anticorpos contra a melitina, em tubo de poliestireno (imunotubo) e em membrana de PVDF. Como a melitina comercial contém contaminação de PLA2, na seleção em imunotubo, foi possível obter também fagos específicos a essa enzima. Para a utilização da melitina livre de contaminações, esse peptídio foi imobilizado em membrana de PVDF e utilizado como substrato para uma nova seleção. Após a obtenção de fagos-anticorpos, provenientes dos sucessivos turnos de seleção, foram realizados ensaios de ELISA policlonais e monoclonais com o intuito de selecionar fagos específicos à melitina e à PLA2. Os clones selecionados, G10 para a melitina e C7 para a PLA2, foram, então, utilizados para a produção de fragmentosde anticorpos solúveis. Após sua purificação, esses anticorpos foram testados em ensaios in vitro e in vivo, a fim de avaliar sua capacidade de inibir as ações tóxicas da melitina e PLA2 purificadas, e do veneno bruto de abelhas africanizadas. In vitro, os anticorpos foram capazes de reduzir a hemólise causada pela melitina e pela PLA2 purificadas e inibir a hemólise causada pelo veneno bruto, bem como, in vivo, reduzir a formação de edema na pata de camundongos e prolongar a sobrevida de animais injetados com o veneno. Espera-se que esses anticorpos possam contribuir para a construção de um tratamento potencial contra o envenenamento por abelhas e que supere algumas das dificuldades associadas às técnicas de imunoterapia convencionais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.04.2015

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PESSENDA, Gabriela; BARBOSA, José Elpídio. Seleção, sequenciamento do DNA e produção de anticorpos monoclonais humanos (scFv) inibidores, in vitro e in vivo, das ações tóxicas do veneno bruto, da melitina e da PLA2 purificadas de Apis mellifera africanizada. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015.
    • APA

      Pessenda, G., & Barbosa, J. E. (2015). Seleção, sequenciamento do DNA e produção de anticorpos monoclonais humanos (scFv) inibidores, in vitro e in vivo, das ações tóxicas do veneno bruto, da melitina e da PLA2 purificadas de Apis mellifera africanizada. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Pessenda G, Barbosa JE. Seleção, sequenciamento do DNA e produção de anticorpos monoclonais humanos (scFv) inibidores, in vitro e in vivo, das ações tóxicas do veneno bruto, da melitina e da PLA2 purificadas de Apis mellifera africanizada. 2015 ;
    • Vancouver

      Pessenda G, Barbosa JE. Seleção, sequenciamento do DNA e produção de anticorpos monoclonais humanos (scFv) inibidores, in vitro e in vivo, das ações tóxicas do veneno bruto, da melitina e da PLA2 purificadas de Apis mellifera africanizada. 2015 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021