Exportar registro bibliográfico

Regulação hormonal da biossíntese de antocianinas em framboesas (Rubus idaeus) no período pós-colheita (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: MORO, LAíS - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBA
  • Subjects: BIOQUÍMICA DE ALIMENTOS; FRAMBOESA; HORMÔNIOS VEGETAIS; PIGMENTOS
  • Language: Português
  • Abstract: Nos frutos, a cor é fundamental para a aceitabilidade inicial do consumidor, especialmente para os chamados "pequenos frutos" como morangos e framboesas, sendo um critério tradicional para a apreciação e seleção do estado de maturação. Em framboesas (Rubus idaeus), as pesquisas têm focado a síntese de antocianinas, os pigmentos mais abundantes nesta espécie. Seus precursores provem da via de biossíntese dos fenilpropanóides, porém os fatores que regulam a atividade dessa via metabólica ainda são pouco conhecidos. Sabe-se que alguns hormônios como o etileno, o ácido indol-3-acético (AIA), o ácido abscísico (ABA) e o metil-jasmonato (MJ) estão relacionados à inibição da síntese ou aumento no acúmulo destes flavonóides. Neste contexto, o objetivo do trabalho é avaliar o efeito destes fatores hormonais sobre a biossíntese de antocianinas em framboesas da cultivar (cv.) Autumn Bliss. Foram avaliados os efeitos dos hormônios sobre as características físico-químicas e fisiológicas dos frutos (açúcares solúveis, ácidos orgânicos, respiração, síntese de etileno, cor), conteúdo de compostos fenólicos e flavonóides. Também foram quantificados os níveis de AIA livre, ABA e MJ e a expressão relativa das enzimas antocianidina sintase (ANS), dihidroflavonol redutase (DFR) e do fator de transcrição MYB10, regulador da transcrição de genes da via de biossíntese de antocianinas em framboesas. As alterações mais significativas foram observadas no tratamento com MJ, para o qual os frutos apresentaram acentuada produção de etileno (sem efeito sobre a respiração) e também na cor, mais acentuada nos frutos maduros deste grupo em comparação com os frutos do grupo controle. O MJ também induziu aumento nos níveis de expressão relativa de MYB, ANS e DFR, nos dois primeiros dias pós-colheita. Outro grupo que se destacou foi o tratado com AIA por apresentar inibição na síntese de antocianinas e compostos fenólicos,a qual foi correlacionada à inibição da transcrição do MYB e ANS. O ABA por sua vez, inibiu o acúmulo de transcritos da DFR, de forma correlata ao menor acúmulo de antocianinas. Exceto pelo ACC, que não produziu efeitos significativos em nenhum dos parâmetros avaliados, os resultados indicam que o metabolismo de antocianinas deve ser regulado por múltiplos sinais hormonais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.08.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORO, Laís; PURGATTO, Eduardo. Regulação hormonal da biossíntese de antocianinas em framboesas (Rubus idaeus) no período pós-colheita. 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-15012014-162530/ >.
    • APA

      Moro, L., & Purgatto, E. (2013). Regulação hormonal da biossíntese de antocianinas em framboesas (Rubus idaeus) no período pós-colheita. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-15012014-162530/
    • NLM

      Moro L, Purgatto E. Regulação hormonal da biossíntese de antocianinas em framboesas (Rubus idaeus) no período pós-colheita [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-15012014-162530/
    • Vancouver

      Moro L, Purgatto E. Regulação hormonal da biossíntese de antocianinas em framboesas (Rubus idaeus) no período pós-colheita [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-15012014-162530/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021