Exportar registro bibliográfico

Adaptação cultural e validação para o Brasil do instrumento Comply with post-exposure management among health care workers para profissionais de enfermagem (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: JANSEN, ADRIANE CORRÊA - INTER - ENFERMA
  • Unidade: INTER - ENFERMA
  • Subjects: EXPOSIÇÃO AMBIENTAL; ENFERMAGEM; SAÚDE OCUPACIONAL; ESTUDOS DE VALIDAÇÃO
  • Keywords: Exposure to biological agents; Intenção; Intention; Nursing; Occupational health; Validation studies
  • Language: Português
  • Abstract: Os trabalhadores de enfermagem são expostos a riscos biológicos que podem causar-lhes adoecimento e/ou acidente de trabalho. Diante dessa realidade em vários países, e considerando que a adesão de muitos profissionais às condutas pós-exposição a material biológico, potencialmente contaminado, ainda não é satisfatória, buscou-se, na literatura nacional e internacional, instrumentos validados que quantificassem as variáveis psicossociais envolvidas no comportamento em saúde e, em especial, a adesão às condutas pós-exposição ocupacional a material biológico, internacionalmente recomendadas, necessárias à prevenção das infecções advindas dessa exposição ocupacional. Diante da inexistência de instrumentos brasileiros, validados, que abordassem as condutas pós- exposição a material biológico, selecionamos um instrumento chinês, estruturado no referencial da Teoria do Comportamento Planejado, para traduzi-lo e adaptá-lo para uso em nosso país. Assim, este estudo metodológico, quantitativo teve como objetivo traduzir, adaptar culturalmente e validar para Brasil o instrumento Comply with post-exposure management among health care workers, que avalia a intenção de cumprir as condutas pós- exposição ocupacional a material biológico. Trata-se de um instrumento autoaplicável, composto por questões de caracterização e dimensões relacionadas aos constructos da Teoria do Comportamento Planejado, distribuídas em 61 itens com opções de resposta em escala tipo Likert,específicas para cada uma das seis subescalas (Atitude, Normas Subjetivas, Conhecimento, Autoeficácia, Recursos e Intenção). O processo de adaptação seguiu as diretrizes recomendadas pela literatura. O estudo foi aprovado quanto aos aspectos da ética em pesquisa (Protocolo no 041/12). Os dados foram coletados em seis hospitais da cidade de Uberlândia, Minas Gerais, em amostra de 137 profissionais de enfermagem expostos a material biológico, sendo 119 técnicos de enfermagem (86,9%) e 18 enfermeiros (13,1%). Foi verificada a existência dos efeitos floor e ceiling e a fidedignidade foi avaliada pela consistência interna dos itens e pela estabilidade da medida (teste-reteste). A validade de construto foi avaliada por meio da análise multitraço-multimétodo. O valor do nível de significância adotado foi de 0,05. Foram verificados efeitos ceiling nas subescalas Autoeficácia e Intenção. Em relação às propriedades psicométricas, os resultados obtidos foram: consistência interna verificada pelo coeficiente alfa de Cronbach para as subescalas Atitude, Normas Subjetivas, Autoeficácia, Recursos e Intenção, com valores variando entre 0,81 e 0,91, resultados considerados satisfatórios e para a subescala Conhecimento, avaliada pelo coeficiente de Kuder-Richarson (0,37), considerado insatisfatório. A avaliação da estabilidade da medida obteve resultados positivos em relação à significância estatística, com valores do Coeficiente de Correlação Intraclasse, entre asduas medidas, variando de 0,301 a 0,727; a validade de construto convergente e divergente foi confirmada por meio da análise multitraço-multimétodo, com exceção da subescala Atitude, que apresentou valores insatisfatórios. Assim, podemos concluir que a versão adaptada do instrumento "Adesão às Condutas Pós-Exposição entre Trabalhadores de Saúde", para a realidade brasileira, apresenta resultados satisfatórios de validade e fidedignidade, excluindo-se a dimensão Atitude. Assim, após a redefinição da referida subescala com os autores do instrumento original, outros estudos devem ser realizados com amostras maiores. Este estudo resultou em novos conhecimentos científicos relevantes à prevenção do adoecimento de trabalhadores, relacionado às infecções veiculadas por material biológico potencialmente contaminado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.04.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      JANSEN, Adriane Corrêa; MARZIALE, Maria Helena Palucci. Adaptação cultural e validação para o Brasil do instrumento Comply with post-exposure management among health care workers para profissionais de enfermagem. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/83/83131/tde-08012015-152822/ >.
    • APA

      Jansen, A. C., & Marziale, M. H. P. (2014). Adaptação cultural e validação para o Brasil do instrumento Comply with post-exposure management among health care workers para profissionais de enfermagem. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/83/83131/tde-08012015-152822/
    • NLM

      Jansen AC, Marziale MHP. Adaptação cultural e validação para o Brasil do instrumento Comply with post-exposure management among health care workers para profissionais de enfermagem [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/83/83131/tde-08012015-152822/
    • Vancouver

      Jansen AC, Marziale MHP. Adaptação cultural e validação para o Brasil do instrumento Comply with post-exposure management among health care workers para profissionais de enfermagem [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/83/83131/tde-08012015-152822/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021