Exportar registro bibliográfico

The Potiguar Eddy:: a subsurface anticyclone associated with the North Brazil Undercurrent at 4ºS (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: KRELLING, ANA PAULA MORAIS - IO
  • Unidade: IO
  • Sigla do Departamento: IOF
  • Subjects: CORRENTES MARINHAS; OCEANOGRAFIA FÍSICA
  • Language: Português
  • Abstract: Nesta tese descrevemos o Vórtice Potiguar (VP): um meandro frontal da Subcorrente Norte do Brasil (SNB) recentemente identificado na costa nordeste brasileira, com núcleo em aproximadamente 4ºS e 36,5ºW. O VP tem formato elíptico com maior e menor eixos medindo 330 e 130 km, aproximadamente, intensificado em subsuperfície. O vórtice se estende verticalmente de 100 a 400 metros, com velocidades máximas de 0,6 m/s-1, recirculando cerca de 2 Sv das águas da SNB. Apesar da presença do vórtice na termoclina, o fluxo em superfície é para noroeste durante todo o ano. A análise da variabilidade da velocidade coletada em fundeio na Bacia Potiguar revela dois principais modos estatísticos de variabilidade; um com maiores amplitudes na porção da coluna de água correspondente ao VP, e um outro modo, que explica menor porcentagem da variância da série de dados original, associado a processos ligados à camada de superfície. O primeiro EOF é associado a oscilações baroclínicas com períodos de 25 a 35 dias. Este sinal também é identificado em altimetria no Atlântico. Nós caracterizamos esses sinais como expressão de ondas de Rossby, e especulamos que o gatilho para a geração das mesmas seria a instabilidade barotrópica gerada pelo cisalhamento de correntes no Atlântico Tropical. Adicionalmente, com o intuito de analisar os processos de geração do VP, nós desenvolvemos modelos de feição da SNB e Corrente Profunda de Contorno Oeste (CCP), para serem usados como base para o desenvolvimento do campo inicial para simulações de modelagem numérica em uma abordagem de estudo de processo dinâmico. Os Modelos de Feição, desenvolvidos a partir de dados de velocidade, com densidade e temperatura calculados a partir da relação do vento térmico e salinidade da climatologia WOA (2013), capturam os principais atributos das feições de interesse com sucesso, sendo adequados para (Continua)(Continuação) a investigação das principais características do campo de correntes na Bacia Potiguar. Dois experimentos numéricos foram realizados: (i) Somente SNB, com profundidade máxima de 1500 m, e (ii) SNB + CCP, com profundidade máxima de 5500 m. O VP foi gerado em ambos os experimentos, com velocidade máxima, profundidade do núcleo e tamanho consistentes com observações sinóticas. Assim, temos que o VP pode ser gerado em um campo de velocidades contendo somente a SNB, e que o cisalhamento vertical induzido pela presença da CCP parece ter um papel importante nas características do mesmo (extensão vertical, velocidades máximas, etc), uma vez que o VP teve um processo de formação diferente em cada experimento.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.02.2015

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KRELLING, Ana Paula Morais; SILVEIRA, Ilson Carlos Almeida da; GANGOPADHYAY, Avijit. The Potiguar Eddy:: a subsurface anticyclone associated with the North Brazil Undercurrent at 4ºS. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.
    • APA

      Krelling, A. P. M., Silveira, I. C. A. da, & Gangopadhyay, A. (2015). The Potiguar Eddy:: a subsurface anticyclone associated with the North Brazil Undercurrent at 4ºS. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Krelling APM, Silveira ICA da, Gangopadhyay A. The Potiguar Eddy:: a subsurface anticyclone associated with the North Brazil Undercurrent at 4ºS. 2015 ;
    • Vancouver

      Krelling APM, Silveira ICA da, Gangopadhyay A. The Potiguar Eddy:: a subsurface anticyclone associated with the North Brazil Undercurrent at 4ºS. 2015 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020