Exportar registro bibliográfico

Caracterização proteômica comparativa da agregação plaquetária induzida pela trombina e pela PA-BJ, uma serinoproteinase do veneno da Bothrops jararaca (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: OLIVEIRA, ANA KARINA DE - IQ
  • Unidade: IQ
  • Sigla do Departamento: QBQ
  • Subjects: PROTEÍNAS; PLAQUETAS SANGUÍNEAS; ESPECTROMETRIA DE MASSAS
  • Language: Português
  • Abstract: Plaquetas são fragmentos celulares anucleados, derivados de megacariócitos, que estão envolvidos em diversos processos fisiológicos e patológicos, como coagulação, inflamação, trombose, aterosclerose, e metástase e angiogênese tumorais. Para executar estas funções, plaquetas ativadas secretam uma fração solúvel de moléculas presentes em seus conteúdos granulares, que passam a interagir com outras moléculas e células adjacentes ao local da injúria, e com os próprios receptores plaquetários. No entanto, os mecanismos que regem a secreção em plaquetas ainda são pouco conhecidos. Neste sentido, o objetivo deste estudo foi analisar comparativamente a agregação de plaquetas ativadas por dois diferentes agonistas enzimáticos: a trombina, um dos mais importantes agonistas plaquetários, e a PA-BJ, uma serinoproteinase do veneno da Bothrops jararaca, que assim como a trombina, ativa plaquetas através dos receptores PAR-1 e PAR-4. Neste estudo foram utilizadas abordagens de espectrometria de massas e de bioinformática para caracterizar alterações nos proteomas do sedimento de plaquetas não ativadas e ativadas, e também, para em paralelo analisar as frações proteicas e peptídicas presentes no sobrenadante (secretoma). Nas análises do sedimento de plaquetas ativadas tanto por PA-BJ quanto por trombina, foi verificada a menor abundância das proteínas PBP, PF4, proteína S, fibronectina, fator V e alfa-1 antitripsina, entre outras, e que também foram identificadas no sobrenadante (secretadas), e o aumento de abundância das proteínas ADAM-10, tromboxano A2 sintase, integrina αlIb, miosina-9 e fosforilase b, que estão diretamente envolvidas na ativação/agregação. Por outro lado, verificamos que na secreção plaquetária induzida por trombina ocorreu o aumento de abundância de proteínas envolvidas na regulação da formação do coágulo, como a proteína S, PA/1 eantitrombina III, sugerindo que nos eventos disparados pela trombina, exista uma regulação rigorosa de sua ação no local da injúria vascular. Já na secreção induzida por PA-BJ, verificamos o aumento significativo das proteínas amiloide beta A4 e do fibrinogênio, envolvidas na ativação/agregação plaquetária, além da liberação e ativação de MMP1, indicando que esta metaloproteinase atue sinergicamente com a PA-BJ para a formação e estabilização do agregado plaquetário. Nas análises do secretoma de plaquetas não ativadas, identificamos pela primeira vez, a presença das proteínas catalase, anidrase carbônica, inibidor de elastase leucocitária e a glicoproteína rica em histidina, que estão envolvidas na inibição e regulação da ativação plaquetária. A análise da fração peptídica do sobrenadante plaquetário permitiu avaliar pela primeira vez o degradoma gerado no processo de agregação por PA-BJ e trombina. O conjunto de peptídeos resultante da ativação plaquetária pela PA-BJ é maior e mais complexo do que aquele gerado pela ação da trombina, sugerindo que as vias ativadas por ambas sejam diferenciais e sujeitas a diferentes controles de regulação da proteólise. Além disso, a degradação seletiva de algumas proteínas, e o conjunto de peptídeos gerados, poderiam ter um papel no controle da ativação e agregação plaquetárias. Em conjunto, nossos resultados demostram que, embora a PA-BJ e a trombina induzam a agregação plaquetária mediada pelos receptores PAR-1 e PAR-4, estas enzimas induzem vias diferentes, alterando a secreção plaquetária para levar à agregação
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.06.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Ana Karina de; SERRANO, Solange Maria de Toledo. Caracterização proteômica comparativa da agregação plaquetária induzida pela trombina e pela PA-BJ, uma serinoproteinase do veneno da Bothrops jararaca. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-20072015-111254/ >.
    • APA

      Oliveira, A. K. de, & Serrano, S. M. de T. (2015). Caracterização proteômica comparativa da agregação plaquetária induzida pela trombina e pela PA-BJ, uma serinoproteinase do veneno da Bothrops jararaca. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-20072015-111254/
    • NLM

      Oliveira AK de, Serrano SM de T. Caracterização proteômica comparativa da agregação plaquetária induzida pela trombina e pela PA-BJ, uma serinoproteinase do veneno da Bothrops jararaca [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-20072015-111254/
    • Vancouver

      Oliveira AK de, Serrano SM de T. Caracterização proteômica comparativa da agregação plaquetária induzida pela trombina e pela PA-BJ, uma serinoproteinase do veneno da Bothrops jararaca [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-20072015-111254/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021