Exportar registro bibliográfico

Efeito da progesterona injetável de longa ação na função luteínica e na taxa de concepção de vacas Holandesas de alta produção submetidas à IATF (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: SOUZA, EVANDRO DAVANÇO FERREIRA DE - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VRA
  • Subjects: CICLO ESTRAL ANIMAL; HORMÔNIOS SEXUAIS; INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL ANIMAL; VACAS (REPRODUÇÃO)
  • Keywords: Alta produção; Cow; FTAI; High production; Holandesa; Holstein; IATF; Progesterona; Progesterone; Vaca
  • Language: Português
  • Abstract: A progesterona (P4) apresenta papel fundamental nos processos de estabelecimento e manutenção da gestação em fêmeas bovinas. A manipulação deste esteroide em momentos estratégicos durante programas de sincronização da ovulação pode aumentar o sucesso gestacional, especialmente em vacas leiteiras de alta produção devido a alta metabolização hepática de esteroides. Desta forma, o objetivo do presente estudo foi avaliar a administração de P4 injetável de longa ação (P4LA), associado ou não ao tratamento com hCG, sobre a função luteínica e taxa de concepção de vacas leiteiras de alta produção. Para tanto, três experimentos foram realizados. Experimento 1, 12 dias após a ovulação sincronizada (-24 h), 29 vacas da raça Holandesa em lactação (fêmeas com P4 plasmática inferior a 1ng/mL) receberam um implante auricular de norgestomet e 500µg Cloprostenol Sódico (i.m.). Após 24h (0h), as fêmeas foram aleatoriamente distribuídas em um de quatro grupos experimentais: Controle (n=8), fêmeas sem tratamento adicional; e P4LA-300 (n=7), P4LA-600 (n=7) e P4LA-900 (n=7), fêmeas tratadas com 300, 600 e 900 mg de P4LA i.m., respectivamente. A P4 plasmática foi determinada a cada 24h totalizando 216 h. Verificou-se interação entre tratamento e tempo (P=0,002). As fêmeas tratadas com 900 mg de P4LA apresentaram maior P4 circulante durante todo o período experimental, enquanto as fêmeas tratadas com 300 e 600 mg de P4LA apresentaram superioridade somente nas primeiras 24 e 48h após otratamento, respectivamente. No experimento 2, 3 dias após o momento esperado da IATF (Dia 3), 75 fêmeas da raça Holandesa em lactação foram alocadas em um de quatro grupos experimentais: Controle (n=20), fêmeas sem tratamento adicional; P4LA-900 (n=18), fêmeas receberam 900mg de P4LA i.m.; hCG (n=19), fêmeas receberam 2.000UI de hCG i.m.; P4LA-900+hCG (n=18), fêmeas receberam ambos os tratamentos, concomitantemente. Após o tratamento, amostras de sangue foram coletadas (Dias 3, 5, 9, 13 e 17) e exames ultrassonográficos foram realizados (Dias 5, 9 e 13) para avaliar a concentração (ng/mL) plasmática de P4 e mensurar o volume do corpo lúteo (CL). Verificou-se interação entre o tratamento com P4LA-900 e tempo (P=0,0001) e entre o tratamento com hCG e tempo (P=0,05) para concentração de P4 plasmática. Os animais tratados com P4LA-900 apresentaram maior concentração de P4 nos Dias 5 e 9. Enquanto que animais tratados com com hCG apresentaram maior concentração de P4 no Dia 9. Para o volume do CL observou-se interação entre o tratamento com hCG (P=0,002) e tempo. Animais tratados com hCG (P4LA-900+hCG e hCG) apresentaram maior volume do CL nos Dias 9 e 13 em relação aos grupos não tratados com hCG (controle e P4LA-900). No experimento 3, 982 vacas leiteiras da raça Holandesa previamente submetidas a IATF foram aleatoriamente distribuídas em um de quatro grupos experimentais, semelhantes aos descrito no Experimento 2 [Controle (n=250); P4LA-900 (n=245); hCG (n=237) eP4LA-900+hCG (n=250)]. A taxa de concepção aos 30 dias após IATF foi superior no grupo P4LA-900 (P=0,002). No entanto, nenhum efeito foi observado para o tratamento com hCG (P = 0,20) ou interação P4LA-900 e hCG (P =0,71). As taxas de concepção aos 60 dias, bem como de perda gestacional entre 30 e 60 dias pós IATF não foram influenciadas pelos tratamentos (P4LA-900 ou hCG). Houve interação entre tratamento com P4LA-900 e fazenda sobre a taxas de concepção aos 60 dias (P=0,09). Ainda observou-se interação entre o tratamento P4LA-900 e a época do ano (quente vs. não quente), sobre as taxas de concepção aos 30 (P = 0,04) e aos 60 (P = 0,07) dias após a IATF. Verificou-se efeito positivo do tratamento com P4LA-900 durante a época quente do ano. Desta forma, conclui-se que o tratamento de com P4LA-900 em fêmeas de alta produção da raça Holandesa inseminadas em tempo fixo foi positivo para taxa de concepção aos 30 dias, principalmente durante a época quente do ano. O tratamento com hCG aumentou as concentrações de P4 após o tratamento, entretanto, não foram observados efeitos positivos na taxa de concepção
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.04.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Evandro Davanço Ferreira de; BARUSELLI, Pietro Sampaio. Efeito da progesterona injetável de longa ação na função luteínica e na taxa de concepção de vacas Holandesas de alta produção submetidas à IATF. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-24072015-161051/ >.
    • APA

      Souza, E. D. F. de, & Baruselli, P. S. (2015). Efeito da progesterona injetável de longa ação na função luteínica e na taxa de concepção de vacas Holandesas de alta produção submetidas à IATF. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-24072015-161051/
    • NLM

      Souza EDF de, Baruselli PS. Efeito da progesterona injetável de longa ação na função luteínica e na taxa de concepção de vacas Holandesas de alta produção submetidas à IATF [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-24072015-161051/
    • Vancouver

      Souza EDF de, Baruselli PS. Efeito da progesterona injetável de longa ação na função luteínica e na taxa de concepção de vacas Holandesas de alta produção submetidas à IATF [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-24072015-161051/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021