Exportar registro bibliográfico

No campo de batalha: um estudo das reações emocionais de pais de bebês pré-termo e suas relações com a parentalidade (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ALVES, MANUELA VILANOVA BARBOSA - IP
  • Unidades: IP
  • Sigla do Departamento: PSC
  • Subjects: NASCIMENTO PREMATURO; RELAÇÕES PAIS-CRIANÇA; ESTADOS EMOCIONAIS; PARENTALIDADE
  • Language: Português
  • Abstract: O nascimento prematuro é um problema de saúde pública, cujas consequências incidem tanto sobre as condições de sobrevivência do neonato, quanto sobre as reações emocionais dos pais. A separação precoce entre a mãe o bebê, as limitações impostas pelo ambiente tecnológico de uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal para interação dos pais com o recém-nascido e o sofrimento psicológico vivido pelo casal parental podem repercutir na relação da tríade pai-mãe-bebê. O objetivo desse trabalho foi investigar o conjunto das reações emocionais apresentadas pelos pais de bebês pré-termo de muito baixo peso e as relações entre essas reações e o processo de transição para a parentalidade. Nesta pesquisa de abordagem qualitativa, os participantes foram 4 mães e 4 pais de bebês prematuros internados no Hospital Universitário da USP. Os dados foram coletados através de entrevista semi-estruturada e analisados através da análise de conteúdo. As coordenadas teóricas que sustentaram a análise foram as da teoria psicanalítica de Winnicott, junto a contribuições de outros autores, cuja elaboração teórica foi considerada relevante para a discussão do tema. Foram identificadas reações emocionais ligadas à interrupção precoce da gravidez, ao relacionamento com a criança, à relação do casal parental e à relação com a equipe de saúde. Sensações de medo, apreensão, estranhamento, sentimentos de incompletude, irrealidade e impotência, necessidade de apoio, percepção de transformação pessoal e dosvínculos conjugais compuseram as singulares reações emocionais de cada casal parental. Algumas dessas reações mostraram-se favorecedoras e outras dificultadoras do processo de transição à parentalidade. Nesse estudo, as dificuldades vividas pelos pais não se apresentaram, a priori, como um impedimento para a construção de um vínculo seguro e saudável com os seus filhos. Mas tais dificuldades evidenciam a necessidade, apontada em outros trabalhos, de que os pais recebam atenção especializada do profissional da saúde mental, assim como, assistência integral da equipe de saúde tanto na internação, quanto no período da gravidez e após a alta hospitalar
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.04.2015
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALVES, Manuela Vilanova Barbosa; YAMAMOTO, Kayoko. No campo de batalha: um estudo das reações emocionais de pais de bebês pré-termo e suas relações com a parentalidade. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-07072015-093150/ >.
    • APA

      Alves, M. V. B., & Yamamoto, K. (2015). No campo de batalha: um estudo das reações emocionais de pais de bebês pré-termo e suas relações com a parentalidade. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-07072015-093150/
    • NLM

      Alves MVB, Yamamoto K. No campo de batalha: um estudo das reações emocionais de pais de bebês pré-termo e suas relações com a parentalidade [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-07072015-093150/
    • Vancouver

      Alves MVB, Yamamoto K. No campo de batalha: um estudo das reações emocionais de pais de bebês pré-termo e suas relações com a parentalidade [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-07072015-093150/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020