Exportar registro bibliográfico

Um estudo do argumento do milagre na defesa do realismo científico (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: SOUZA, EDNA ALVES DE - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLF
  • Subjects: REALISMO; FILOSOFIA DA CIÊNCIA; FILOSOFIA CONTEMPORÂNEA
  • Keywords: Antirealism; Antirrealismo; Argumento do milagre; Êxito científico; Miracle argument; Scientific success
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo principal desta tese é argumentar a favor da intuição básica do realismo científico, com o apoio de uma versão fortalecida e articulada do argumento do milagre. O realismo científico é uma concepção filosófica da ciência que assume uma atitude epistêmica otimista frente aos resultados da investigação científica que abrangem aspectos do mundo tanto observáveis como inobserváveis. Segundo o realismo científico, as entidades inobserváveis postuladas pelas teorias científicas bem-sucedidas têm existência real e essas teorias são verdadeiras ou aproximadamente verdadeiras. Essa atitude positiva é contestada por diversas perspectivas filosóficas conhecidas coletivamente como formas de antirrealismo científico (positivismo lógico, instrumentalismo, empirismo construtivo, historicismo, construtivismo social etc.). Procuramos analisar e rebater três importantes modalidades de argumentação antirrealista: a subdeterminação empírica das teorias, a indução pessimista e a circularidade viciosa da inferência da melhor explicação. Argumentamos que não obstante as diferenças que se mantêm entre as concepções realistas da ciência, o chamado argumento do milagre constitui uma peça central na defesa do realismo científico. Esse argumento se expressa na célebre formulação de Putnam (1975, p. 73), [...] o realismo científico é a única filosofia que não faz do sucesso da ciência um milagre. Para o realista científico, a ciência é bem-sucedida em explicar e prever fenômenos, inclusivenovos, porque suas melhores teorias (maduras, não ad hoc, bem-sucedidas empírica e instrumentalmente, provedora de previsões novas, fecundas etc.) são (parcial ou aproximadamente) verdadeiras e as entidades inobserváveis postuladas por essas teorias realmente existem. Argumentamos também que outros esquemas de explicação para o êxito científico baseados em visões antirrealistas ou não-realistas da ciência são insatisfatórios. Examinamos diversas formas de fortalecer o argumento do milagre mediante as qualificações de novidade preditiva e fecundidade teórica, e concluímos que esse argumento continua sendo basilar e estratégico na defesa do realismo científico.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.12.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Edna Alves de; PLASTINO, Caetano Ernesto. Um estudo do argumento do milagre na defesa do realismo científico. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8133/tde-26052015-124718/ >.
    • APA

      Souza, E. A. de, & Plastino, C. E. (2014). Um estudo do argumento do milagre na defesa do realismo científico. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8133/tde-26052015-124718/
    • NLM

      Souza EA de, Plastino CE. Um estudo do argumento do milagre na defesa do realismo científico [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8133/tde-26052015-124718/
    • Vancouver

      Souza EA de, Plastino CE. Um estudo do argumento do milagre na defesa do realismo científico [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8133/tde-26052015-124718/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021