Exportar registro bibliográfico

A presença dos sufixos -sc- e -iz- na Vulgata e sua abrangência semântica e aspectual (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: GIANASTACIO, VANDERLEI - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLC
  • Subjects: MORFOLOGIA (LINGUÍSTICA); VERBO; GRAMÁTICA; SUFIXO; DERIVAÇÃO
  • Keywords: Aspect; Aspecto; Historical morphology; Morfologia histórica; Perífrases; Periphrases
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa tem o objetivo de entender os valores semânticos dos sufixos -sc- e -iz- nos verbos encontrados na Vulgata, num estudo sincrônico e diacrônico, considerando as informações etimológicas e avaliando a formação desses verbos nas diversas categorias. Para uma melhor compreensão dos sufixos -sc- e -iz-, observou-se sua utilização na língua grega e, a partir desta, a sua transição para o latim, o que resultou no processo de formação de palavras nesse idioma. Consideram-se os verbos, com ambos os sufixos na língua grega, e o uso deles na língua latina, ora formando novos verbos no latim, ora sendo transliterados, do grego para o latim. Além da Vulgata, o Dictionnaire Illustre Latin Français de Félix Gaffiot também é corpus para esta pesquisa a fim de perceber se os sufixos pesquisados formaram novos verbos no latim pós-clássico. Nesta comparação de corpora, pode-se notar a ausência da Vulgata nas referências dos verbos, com sufixo -sc- e -iz-, mencionado por Gaffiot. Propõe-se também nesta pesquisa, observar as assertivas dos gramáticos e linguistas quanto aos verbos produzidos com esses sufixos. Tais afirmações estão relacionadas com a semanticidade e características dos verbos, observando-se os seus aspectos, além de informar em qual período eles foram produtivos. Em suma, este estudo destina-se a considerar a Vulgata, visto que a maioria dos pesquisadores a desconsidera, produzindo conclusões divergentes quanto ao uso dos sufixos estudados nesta pesquisa. Aprefixação dos verbos que utilizam o sufixo -sc- é fato que se avalia, porque as sugestões dos estudiosos dessa área propõem datas a aspecto da produção verbal. Finalmente, observou-se que os verbos com os sufixos -sc- e -iz- estão presentes nas construções de perífrases na Vulgata, divergindo em suas construções em relação à conjugação dos verbos utilizados.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.09.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GIANASTACIO, Vanderlei; CONDÉ, Valéria Gil. A presença dos sufixos -sc- e -iz- na Vulgata e sua abrangência semântica e aspectual. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-29042015-175910/ >.
    • APA

      Gianastacio, V., & Condé, V. G. (2014). A presença dos sufixos -sc- e -iz- na Vulgata e sua abrangência semântica e aspectual. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-29042015-175910/
    • NLM

      Gianastacio V, Condé VG. A presença dos sufixos -sc- e -iz- na Vulgata e sua abrangência semântica e aspectual [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-29042015-175910/
    • Vancouver

      Gianastacio V, Condé VG. A presença dos sufixos -sc- e -iz- na Vulgata e sua abrangência semântica e aspectual [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-29042015-175910/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020