Exportar registro bibliográfico

Sistemática do gênero Palaemon Weber, 1795 (Decapoda, Palaemonidae): uma abordagem molecular e morfológica de padrões filogeográficos, evolução de características ecológicas e status taxonômico das espécies no Brasil (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: CARVALHO, FABRICIO LOPES DE - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: CAMARÃO; FILOGENIA; GENÉTICA
  • Keywords: Camarão; Filogenia; Genética; Genetics; Palaemoninae; Palaemoninae; Phylogeny; Shrimp; Taxonomia; Taxonomy
  • Language: Português
  • Abstract: Os camarões do gênero Palaemon Weber, 1795 possuem ampla variedade morfológica, ecológica e reprodutiva. Estudos baseados em dados moleculares indicam que o gênero pode não ser monofilético. Por outro lado, análises cladísticas baseadas em dados morfológicos recuperam Palaemon como um grupo natural. Além de questões em nível genérico, a validade de algumas espécies com ocorrência no Brasil também é questionada. Nesse contexto, foi utilizada uma abordagem molecular (genes COI, 16S, H3 e 18S) e morfológica com ampla amostragem taxonômica para 1) avaliar a hipótese de monofilia do gênero Palaemon; 2) avalia a hipótese de que padrões biogeográficos, de ocupação de hábitat, reprodutivos e morfológicos acompanham as relações filogenéticas entre as espécies de Palaemon; 3) avaliar o status taxonômico das espécies com ocorrência no Brasil. A filogenia recuperada indica que as espécies de Palaemon estão distribuídas em três linhagens distintas e caracteres morfológicos permitem a identificação de pelo menos quatro grupos monofiléticos. Os resultados indicam a necessidade de criação de dois novos gêneros e revalidação de Alaocaris Holthuis, 1949. A provável colonização da América e Europa ocorreu em mais de um momento em cada região e o ancestral comum mais recente da maioria das espécies de Palaemon, Macrobrachium Spence Bate, 1868 e gêneros próximos provavelmente foi uma linhagem anfídroma. A análise conjunta de dados moleculares e morfológicos demonstram a existência de nove espécies de Palaemon no Brasil, oito previamente descritas (P. argentinus, P. carteri, P. ivonicus, P. mercedae, P. northropi, P. octaviae, P. paivai, P. pandaliformis) e uma espécie nova (P. yuna)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.12.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARVALHO, Fabrício Lopes; MANTELATTO, Fernando Luis Medina. Sistemática do gênero Palaemon Weber, 1795 (Decapoda, Palaemonidae): uma abordagem molecular e morfológica de padrões filogeográficos, evolução de características ecológicas e status taxonômico das espécies no Brasil. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59139/tde-13022015-111713/ >.
    • APA

      Carvalho, F. L., & Mantelatto, F. L. M. (2014). Sistemática do gênero Palaemon Weber, 1795 (Decapoda, Palaemonidae): uma abordagem molecular e morfológica de padrões filogeográficos, evolução de características ecológicas e status taxonômico das espécies no Brasil. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59139/tde-13022015-111713/
    • NLM

      Carvalho FL, Mantelatto FLM. Sistemática do gênero Palaemon Weber, 1795 (Decapoda, Palaemonidae): uma abordagem molecular e morfológica de padrões filogeográficos, evolução de características ecológicas e status taxonômico das espécies no Brasil [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59139/tde-13022015-111713/
    • Vancouver

      Carvalho FL, Mantelatto FLM. Sistemática do gênero Palaemon Weber, 1795 (Decapoda, Palaemonidae): uma abordagem molecular e morfológica de padrões filogeográficos, evolução de características ecológicas e status taxonômico das espécies no Brasil [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59139/tde-13022015-111713/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021