Exportar registro bibliográfico

A prática dos articuladores da atenção básica: comunicação e mudança do modelo de atenção em saúde (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: DORICCI, GIOVANNA CABRAL - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: SERVIÇOS DE SAÚDE (GERENCIAMENTO); ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE; COMUNICAÇÃO EM SAÚDE
  • Keywords: Atenção Básica; Comunicação em Saúde; Construcionismo Social; Gestão em Saúde; Health Communication; Health management; Primary Health Care; Social Constructionism
  • Language: Português
  • Abstract: O Programa Articuladores da Atenção Básica, iniciativa da Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo (SES-SP), objetiva apoiar o processo de qualificação da Atenção Básica no estado e oferecer suporte técnico aos municípios na reorientação do modelo de atenção em saúde. O Programa estabeleceu uma nova função profissional, a do articulador da atenção básica. Destacam-se, dentre os pré-requisitos para execução dessa nova função, habilidades de comunicação e negociação. Devido à escassez de informações na literatura sobre o Programa, e à falta de clareza quanto ao papel desempenhado, na prática, por esses novos profissionais, delineamos este estudo com o objetivo de compreender e analisar a forma como os articuladores da atenção básica significam sua atuação profissional. Buscamos, ao mesmo tempo, oferecer contribuições da Psicologia sobre o processo de comunicação e sua relação com esta nova proposta. Participaram deste estudo treze articuladores alocados em quatro Departamentos Regionais de Saúde (DRS) que formam a Rede de Atenção à Saúde XIII do estado de São Paulo (DRS de Ribeirão Preto, Araraquara, Franca e Barretos). As entrevistas individuais e semiestruturadas foram gravadas em áudio e, posteriormente, transcritas na íntegra. A análise do corpus possui delineamento qualitativo com respaldo teórico nas contribuições do movimento construcionista social em Psicologia, realizada a partir das seguintes etapas: 1ª) transcrição das entrevistas; 2ª) leitura em profundidade das transcrições; 3ª) organização temática e produção de sentidos. Os resultados são apresentados em dois momentos. O primeiro, em que analisamos a prática do articulador a partir de dois temas principais: a) A implantação do programa; e b) A prática do articulador; e o segundo em que apresentamos a análise sobre o processo de comunicação envolvido nesta função, também dividido emtrês temas principais: a) O que fazem, tema que descreve as ações; b) Como fazem, tema que analisa a comunicação envolvida a partir de dois modelos de comunicação, o transmissional e o construcionista social; e c) Reflexões sobre a mudança do modelo de atenção e a prática do articulador da atenção básica. De modo geral, concluímos que o Programa dos articuladores possui grande potencial para promover mudanças positivas que possibilitam a mudança do modelo de atenção, levando em consideração, ao mesmo tempo, a realidade local. Porém, na prática a atuação dos profissionais se mostra ainda em construção, oscilando entre o papel informante e o papel transformador. O modo como os profissionais significam sua prática e se comunicam com os demais delineia os objetivos traçados e resultados decorrentes de sua atuação. Esperamos, ao descrever os principais recursos teóricos e técnicos necessários ao desempenho dessa função, contribuir com o entendimento da prática do articulador da atenção básica, bem como contribuir para a participação da Psicologia no campo das políticas de saúde. (FAPESP, nº 2012/17264-8)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.12.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DORICCI, Giovanna Cabral; LORENZI, Carla Guanaes. A prática dos articuladores da atenção básica: comunicação e mudança do modelo de atenção em saúde. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59137/tde-12012015-170009/ >.
    • APA

      Doricci, G. C., & Lorenzi, C. G. (2014). A prática dos articuladores da atenção básica: comunicação e mudança do modelo de atenção em saúde. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59137/tde-12012015-170009/
    • NLM

      Doricci GC, Lorenzi CG. A prática dos articuladores da atenção básica: comunicação e mudança do modelo de atenção em saúde [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59137/tde-12012015-170009/
    • Vancouver

      Doricci GC, Lorenzi CG. A prática dos articuladores da atenção básica: comunicação e mudança do modelo de atenção em saúde [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59137/tde-12012015-170009/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021