Exportar registro bibliográfico

Alterações placentárias em resposta à exposição de ratas Wistar à poluição atmosférica (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOTO, SôNIA DE FáTIMA - FM
  • Unidades: FM
  • Sigla do Departamento: MCM
  • Subjects: POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA; PLACENTA; SISTEMA RENINA-ANGIOTENSINA; RATOS WISTAR; FATORES DE CRESCIMENTO
  • Keywords: Air pollution; Fator A do crescimento do endotélio vascular; Fator de crescimento transformador beta 1; Female; Fêmea; Placenta; Placenta; Poluição do ar; Ratos Wistar; Rats Wistar; Renin-angiotensin system; Sistema renina-angiotensina; Transforming growth factor beta 1; Vascular endotelial growth factor A
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A exposição à poluição atmosférica durante a gestação provoca alterações nas características da placenta e pode resultar em restrição de crescimento intrauterino. Sabe-se que o transforming growth factor beta 1 (TGFbeta1), o sistema renina-angiotensina uteroplacentário (SRA) e os fatores angiogênicos, tais como vascular endothelial growth factor A (VEGF-A) participam do processo de placentação e regulação do fluxo sanguíneo uteroplacentário. Assim, o objetivo do presente estudo foi investigar o efeito da exposição à poluição do ar sobre a morfologia, função e SRA placentários. Métodos: Ratas Wistar fêmeas foram expostas ao ar filtrado (F) ou ao material particulado 2.5um (P) durante 15 dias. Depois o cruzamento, as ratas foram divididas em 4 grupos e novamente expostas a F ou P (FF, FP, PF, PP). No 19º dia de gestação, as porções maternas e fetais das placentas foram coletadas. Estrutura da placenta, TGFbeta1, VEGF-A e seus receptores e os componentes do SRA foram avaliados. Resultados: A exposição ao material particulado diminuiu massa, tamanho e área de superfície placentária, um indicativo da interação materno-fetal. As concentrações placentárias de TGF beta1, VEGF-A e Flk-1 e os componentes do SRA foram alterados e isso pode indicar um prejuízo na invasão do trofoblasto, angiogênese placentária e troca de nutrientes e gases entre mãe e fetos. Discussão: Os resultados indicam que a exposição a partículas compromete a interação materno-fetal e pode refletir sobre a nutrição e crescimento fetal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.03.2015
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOTO, Sônia de Fátima; HEIMANN, Joel Claudio; VERAS, Mariana Matera. Alterações placentárias em resposta à exposição de ratas Wistar à poluição atmosférica. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde-20052015-081635/ >.
    • APA

      Soto, S. de F., Heimann, J. C., & Veras, M. M. (2015). Alterações placentárias em resposta à exposição de ratas Wistar à poluição atmosférica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde-20052015-081635/
    • NLM

      Soto S de F, Heimann JC, Veras MM. Alterações placentárias em resposta à exposição de ratas Wistar à poluição atmosférica [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde-20052015-081635/
    • Vancouver

      Soto S de F, Heimann JC, Veras MM. Alterações placentárias em resposta à exposição de ratas Wistar à poluição atmosférica [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5148/tde-20052015-081635/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020