Exportar registro bibliográfico

Avaliação de depressão, ansiedade, qualidade de vida e bem-estar psicológico em pacientes com diagnóstico de neoplasia endócrina múltipla tipo 2 (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: RODRIGUES, KARINE CâNDIDO - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MCM
  • Subjects: NEOPLASIA ENDÓCRINA MÚLTIPLA; ANSIEDADE; DEPRESSÃO; QUALIDADE DE VIDA; AJUSTAMENTO EMOCIONAL
  • Keywords: Ajustamento psicológico; Ansiedade; Anxiety; Depressão; Depression; Multiple endocrine neoplasia type 2; Neoplasia endócrina múltipla tipo 2; Psychological adjustment; Qualidade de vida; Quality of life
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A neoplasia endócrina múltipla tipo 2 (MEN2) é uma doença hereditária autossômica dominante causada por mutação germinativa RET, que cursa com carcinoma medular de tireóide (CMT), feocromocitoma (Feo) e hiperparatireoidismo. O CMT é uma neoplasia maligna, que se desenvolve já na 1ª década de vida, pouco responsiva a quimioterapia/radioterapia. Assim, tireoidectomia profilática é indicada antes dos 5 ou dos 10 anos, dependendo do códon mutado, para assegurar a cura. O CMT é um tumor de crescimento lento e os pacientes convivem com o diagnóstico de câncer por décadas. Além disto, podem desenvolver Feo, predispondoos ao risco de óbito por infarto agudo do miocárdio ou acidente vascular em idade jovem. Somam-se situações de stress como risco de transmissão aos descendentes, expectativa de resultados de exames periódicos e risco de múltiplas cirurgias. Há poucos trabalhos enfocando os aspectos psíquicos em MEN2. O doente oncológico pode desenvolver sintomas psicológicos de: ansiedade, depressão, angústia, medo de recorrência da doença, perturbações psicossomáticas, stress decorrente das cirurgias e auto-conceito negativo. Objetivos: avaliar a sintomatologia ansiosa e depressiva, a qualidade de vida, o ajustamento psicológico, a presença de culpa auto-referida pela transmissão da doença aos filhos, o conhecimento da doença e a adesão ao tratamento. Casuística: Avaliação de 43 pacientes pertencentes a 12 famílias com diagnóstico clínico e gênico de MEN2. Metodologia:Avaliação psicológica por Entrevista semidirigida, Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HAD), European Organization for Research and Treatment of Cancer Quality of Life, Escala de Ajustamento Mental para Câncer e Estrutura Fatorial. A análise dos dados foi realizada de modo quantitativo e qualitativo. Resultados: Todos os 43 pacientes com MEN2 apresentavam CMT (100%) e 19 deles tinham diagnóstico prévio ou atual de Feo (44%; 19/43). Dos 43 pacientes, 16 (37%) tratados por CMT eram considerados curados (calcitonina < 2 pg/mL) enquanto que os outros 27 (63%) apresentavam persistência ou recorrência do CMT (25) ou aguardavam tratamento cirúrgico (2). Ao todo, 41 pacientes tinham história de 59 procedimentos cirúrgicos relacionados à MEN2 (1,4 cirurgia/paciente; 1- 6 cirurgias). Também, 31 pacientes (72%) responderam que tiveram medo de morrer como reação à informação do diagnóstico de MEN2. A maioria concordou em realizar o teste genético de seus filhos (21/22; 95%). Dos 16 pacientes com MEN2 que tiveram filhos com resultados positivos para o gene RET 12 (75%) caracterizaram a informação como "muito difícil" e "medo de perda". Um terço dos pacientes (5/16; 31%) referiam sentimento de culpa pela transmissão genética aos seus filhos. A aderência ao uso contínuo de medicações prescritas foi elevada (37; 86%). Em relação à informação sobre a doença, 32 pacientes (77%) responderam que se sentiam bem informados. O valor médio do estado global de saúde foi 68,1 ± 22,3(variação de escore: 0-100), considerando tanto os aspectos físicos como emocionais. As frequências de sintomatologia ansiosa e depressiva encontradas pela escala HAD foram, respectivamente, 42% (18/43) e 26% (11/43). Uma correlação positiva estatisticamente significativa foi observada entre depressão e ansiedade. Associação positiva foi observada de ansiedade e depressão com as sub-escalas: desânimo-fraqueza, preocupação ansiosa, evitamento cognitivo, fadiga, dor, insônia, náusea e vômito, dispnéia, perda de apetite e diarréia. Paralelamente, houve uma associação inversa com as sub-escalas de estado global de saúde, desempenho de atividades, funcionamento cognitivo e funcionamento emocional. Os tipos de enfrentamento mais usados pelos pacientes diante do diagnóstico de MEN2 foram o espirito de luta (3,3 ± 0,77; variação de score: 1-4), o evitamento cognitivo (2,56 ± 1,17) e o fatalismo (3,1 ± 0,90). O espírito de luta apresentou correlação direta estatisticamente significativa com fatalismo (r = 0,369; p = 0,015). Conclusões: Pela elevada prevalência, sintomatologia ansiosa e depressiva devem ser ativamente investigadas em pacientes com MEN2. O impacto de ser portador de uma doença genética predispondo a câncer gerou: medo de morte e de perda dos filhos, evitamento cognitivo, fatalismo e forte espirito de luta. Este projeto poderá propiciar o início do desenvolvimento de um ambulatório multidisciplinar envolvendo tanto médicos como psicólogos com manejo em aconselhamento genético
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.02.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RODRIGUES, Karine Cândido; LOURENÇO JUNIOR, Delmar Muniz. Avaliação de depressão, ansiedade, qualidade de vida e bem-estar psicológico em pacientes com diagnóstico de neoplasia endócrina múltipla tipo 2. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5135/tde-20052015-084420/ >.
    • APA

      Rodrigues, K. C., & Lourenço Junior, D. M. (2015). Avaliação de depressão, ansiedade, qualidade de vida e bem-estar psicológico em pacientes com diagnóstico de neoplasia endócrina múltipla tipo 2. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5135/tde-20052015-084420/
    • NLM

      Rodrigues KC, Lourenço Junior DM. Avaliação de depressão, ansiedade, qualidade de vida e bem-estar psicológico em pacientes com diagnóstico de neoplasia endócrina múltipla tipo 2 [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5135/tde-20052015-084420/
    • Vancouver

      Rodrigues KC, Lourenço Junior DM. Avaliação de depressão, ansiedade, qualidade de vida e bem-estar psicológico em pacientes com diagnóstico de neoplasia endócrina múltipla tipo 2 [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5135/tde-20052015-084420/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020