Exportar registro bibliográfico

Os Bancos de Custeio Rural e o crédito agrícola em São Paulo (1906-1914) (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: CORRêA, FáBIO ROGéRIO CASSIMIRO - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLH
  • Subjects: CRÉDITO RURAL; CAFEICULTURA; COOPERATIVAS DE CRÉDITO; HISTÓRIA ECONÔMICA
  • Keywords: Caixas rurais; Rural banks
  • Language: Português
  • Abstract: no financiamento agrícola. Os bancos de custeio surgiram como uma alternativa à intervenção governamental no sistema de crédito e representam a primeira experiência com o cooperativismo de crédito no Estado de São Paulo. Em 1914, eles estavam presentes em quarenta e nove cidades paulistas, no entanto, apesar de seu rápido crescimento, eles desapareceram após a falência da companhia que os organizava, em janeiro deste ano. Neste artigo discutimos as circunstâncias de seu surgimento, sua organização, atuação e falênciaO sistema de financiamento da cafeicultura evoluiu no processo da transição do trabalho escravo para o livre, ocasionando o aumento da demanda do crédito para o custeio anual da safra sobre os empréstimos de longo prazo exigidos durante o regime escravista. Por outro lado, a crise dos preços do café ocorrida entre 1896 e 1906 evidenciou as limitações do sistema de financiamento existente que estava baseado nos adiantamentos fornecidos por comerciantes. As novas necessidades de crédito e o crescente clima de descontentamento com os mecanismos comerciais de financiamento acabariam por suscitar propostas de intervenção do Estado com políticas de crédito agrícola a serem organizadas ou subsidiadas pelo governo do Estado de São Paulo e que viriam a ser concretizadas na esteira do programa de valorização do café, adotado em 1906. Tais intervenções incluiriam a criação de bancos agrícolas e o incentivo às cooperativas rurais de crédito, das quais os chamados Bancos de Custeio Rural são os primeiros experimentos desse tipo no estado e constituem nosso objeto de estudo. Os Bancos de Custeio Rural formaram uma rede de cooperativas de crédito, que atuou entre 1906 e 1914 no interior do estado de São Paulo. Esses bancos emprestavam apenas aos fazendeiros associados o valor demandado no financiamento anual da lavoura. Tendo surgido no contexto da crise cafeeira de 1896-1906, a sua reconstituição revela o intenso debate a respeito dos meios de se combater a crise e sobre o papel do Estado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.09.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CORRÊA, Fábio Rogério Cassimiro; DEAECTO, Marisa Midore. Os Bancos de Custeio Rural e o crédito agrícola em São Paulo (1906-1914). 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8137/tde-10042015-113438/ >.
    • APA

      Corrêa, F. R. C., & Deaecto, M. M. (2014). Os Bancos de Custeio Rural e o crédito agrícola em São Paulo (1906-1914). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8137/tde-10042015-113438/
    • NLM

      Corrêa FRC, Deaecto MM. Os Bancos de Custeio Rural e o crédito agrícola em São Paulo (1906-1914) [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8137/tde-10042015-113438/
    • Vancouver

      Corrêa FRC, Deaecto MM. Os Bancos de Custeio Rural e o crédito agrícola em São Paulo (1906-1914) [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8137/tde-10042015-113438/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021