Exportar registro bibliográfico

Análise comparativa das espécies de Anastrepha (Diptera, Tephritidae) em três agroecossistemas no estado de São Paulo (2015)

  • Authors:
  • Autor USP: OLIVEIRA, MONIQUE BÁRBARA ROSA DE - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LET
  • Subjects: MOSCA-DAS-FRUTAS; DINÂMICA DE POPULAÇÕES; ECOSSISTEMAS AGRÍCOLAS
  • Keywords: Dinâmica populacional; Faunistic indices; Fruit flies; Índices faunísticos; Moscas-das-frutas; Population dynamic
  • Language: Português
  • Abstract: As moscas-das-frutas estão entre as principais pragas da pomicultura em todo o mundo. Devido à sua importância econômica, os estudos sobre os aspectos ecológicos entre as comunidades moscas-das-frutas são cruciais. Assim, o objetivo deste trabalho foi comparar a dinâmica populacional das espécies de Anastrepha em três agroecossistemas diferentes, de três municípios do estado de São Paulo: área antropizada em Piracicaba, área natural em Monte Alegre do Sul e na área agrícola em Monte Alto. Os levantamentos moscas-das-frutas foram realizados utilizando armadilha do tipo McPhail com atrativo alimentar. As comparações das comunidades de moscas-das-frutas foram baseadas nos índices faunísticos. Um total de 49.583 espécimes foram coletados nos três agroecossistemas, pertencentes a 22 espécies. Anastrepha fraterculus e A. sororcula foram predominantes em todos os três agroecossistemas. Anastrepha bahiensis e A. grandis também foram predominantes na área natural, mas na área antropizada apenas A. pseudoparallela foi predominante. Todas essas espécies foram classificadas como super quanto à dominância, abundância, frequência e constância. Embora o índice de diversidade foi elevado na área antropizada, o maior índice de riqueza (Margalef) foi na área natural. Pelo índice de equitabilidade (Pielou), a distribuição das espécies foi mais uniforme na área agrícola. Para a diversidade beta, determinada pelo coeficiente de similaridade (Sørensen), áreas antropizada e natural tiveram 80% desimilaridade, diferindo estatisticamente da semelhança com a área agrícola. No entanto, com base no coeficiente de Bray-Curtis, a área natural foi a mais dissimilar, diferindo das áreas antropizada e agrícola. Com base na distância euclidiana, A. fraterculus teve forte interação nos três agroecossistema. De acordo com os índices de diversidade nos três agroecossistemas, a área agrícola, onde foram usados tratamentos fitossanitários, diferiu significativamente das áreas antropizada e natural, tanto na diversidade alfa como beta
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.03.2015
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Monique Bárbara Rosa de; ZUCCHI, Roberto Antonio. Análise comparativa das espécies de Anastrepha (Diptera, Tephritidae) em três agroecossistemas no estado de São Paulo. 2015.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-30042015-164747/ >.
    • APA

      Oliveira, M. B. R. de, & Zucchi, R. A. (2015). Análise comparativa das espécies de Anastrepha (Diptera, Tephritidae) em três agroecossistemas no estado de São Paulo. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-30042015-164747/
    • NLM

      Oliveira MBR de, Zucchi RA. Análise comparativa das espécies de Anastrepha (Diptera, Tephritidae) em três agroecossistemas no estado de São Paulo [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-30042015-164747/
    • Vancouver

      Oliveira MBR de, Zucchi RA. Análise comparativa das espécies de Anastrepha (Diptera, Tephritidae) em três agroecossistemas no estado de São Paulo [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-30042015-164747/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021