Exportar registro bibliográfico

Produção de rainhas em colônias órfãs e as mudanças no perfil de hidrocarbonetos cuticulares durante o seu desenvolvimento em Frieseomelitta languida Moure, 1990 (Hymenoptera, Apidae, Meliponini) (2014)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FADIL, JOÃO PAULO ROMA - FFCLRP
  • Unidades: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: ABELHAS; COMPORTAMENTO ANIMAL; RAINHAS; ENTOMOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Compostos químicos presentes nas cutículas dos artrópodes têm se mostrado uma importante ferramenta para entender a base da comunicação nesses animais. Insetos sociais são um modelo muito usado para o estudo de tais compostos. Esses estudos mostram que em alguns insetos sociais existem compostos responsáveis por informar espécie, idade, sexo, parentesco, entre outros aspectos biológicos. Nos insetos sociais estudos mostram que para os grupos que apresentam conspícua divisão do trabalho reprodutivo, que indivíduos férteis possuem compostos que os separam dos indivíduos não férteis. Além disso, para algumas abelhas eussociais, sabe-se que a rainha, o indivíduo fértil da colónia, quando emerge possui compostos bem diferentes daqueles presentes em rainhas após a cópula. Sabendo disso, o objetivo desse trabalho foi investigar sistematicamente as mudanças nos compostos cuticulares de rainhas virgens durante a sua vida até o momento em que elas iniciam suas posturas. Para isso foram utilizadas 15 colónias de Frieseomelitta languida, todas orfanadas. Com a emergência das rainhas em cada colónia seus compostos cuticulares foram extraídos utilizando-se um protocolo de extração não letal, com um intervalo de três dias entre cara extração. Os compostos cuticulares obtidas mostraram que, em concordância com trabalhos anteriores, rainhas fisogástricas e rainhas virgens possuem perfis cuticulares diferentes. As análises também mostraram que as mudanças nesses perfis ocorrem de maneira rápida, dado que extrações realizadas com três dias de intervalo, uma antes e outra depois da cópula, apresentaram compostos completamente diferentes. Os compostos químicos principais que caracterizaram as rainhas virgens foram alcanos lineares, alcanos ramificados, acetatos e ésteres, enquanto que nas rainhas fisogástricas os alcenos foram bastante significativos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.10.2014

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FADIL, João Paulo Roma; NASCIMENTO, Fábio Santos do. Produção de rainhas em colônias órfãs e as mudanças no perfil de hidrocarbonetos cuticulares durante o seu desenvolvimento em Frieseomelitta languida Moure, 1990 (Hymenoptera, Apidae, Meliponini). 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014.
    • APA

      Fadil, J. P. R., & Nascimento, F. S. do. (2014). Produção de rainhas em colônias órfãs e as mudanças no perfil de hidrocarbonetos cuticulares durante o seu desenvolvimento em Frieseomelitta languida Moure, 1990 (Hymenoptera, Apidae, Meliponini). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Fadil JPR, Nascimento FS do. Produção de rainhas em colônias órfãs e as mudanças no perfil de hidrocarbonetos cuticulares durante o seu desenvolvimento em Frieseomelitta languida Moure, 1990 (Hymenoptera, Apidae, Meliponini). 2014 ;
    • Vancouver

      Fadil JPR, Nascimento FS do. Produção de rainhas em colônias órfãs e as mudanças no perfil de hidrocarbonetos cuticulares durante o seu desenvolvimento em Frieseomelitta languida Moure, 1990 (Hymenoptera, Apidae, Meliponini). 2014 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020