Exportar registro bibliográfico

O cuidado como uma ética: contribuições de Edith Stein e Donald Winnicott (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: OLIVEIRA, ANDRé LUIZ DE - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSC
  • Subjects: Stein, Edith Theresa Hedwing; PSICOLOGIA CLÍNICA
  • Language: Português
  • Abstract: As relações de cuidado nos relacionamentos intersubjetivos humanos é um fator significativo para promover o crescimento e o desenvolvimento dos seres humanos como sujeitos éticos. Através da análise de um fragmento do livro Os miseráveis do escritor francês Vitor Hugo, busca-se através do uso dos conceitos de Devoção de Donald Winnicott e de entropatia de Edith Stein, realizar articulações, no intuito de mostrar o papel desses dois conceitos na estruturação do cuidado estabelecido na relação entre Monsenhor Benvindo e Jean Valjean, personagens do referido livro, para a mudança e transformação pessoal deste último, em sua trajetória após esse encontro. Primeiramente tanto o conceito de entropatia de Edith Stein, quanto o de devoção de Winnicott, são apresentados dentro dos enquadramentos teóricos de ambos os autores para que ambos estejam contextualizados na cadeia de pensamento de seus pensadores, para então, posteriormente serem vinculados a discussão da passagem do livro analisada. O objetivo da pesquisa foi destacar a importância do cuidado tomado como uma ética por Monsenhor Benvindo na relação com Jean Valjean em seu encontro com ele no fragmento do livro apresentado e o quanto o cuidado tomado como uma ética, ou seja, uma práxis de vida nas relações com o outro, pode ser determinante e transformador na história pessoal dos indivíduos com a qual se tem contato. Sendo este aspecto exemplificado pelos rumos posteriores que toma o personagem Jean Valjean em sua trajetóriano livro após ser cuidado pelo bispo. A metodologia usada para realizar as discussões necessárias foi o método dialógico do Linguista russo Mikhail Bakhtin, onde sua noção de que todo texto ou discurso são inerentemente dialógico e polifônico serviu de referencia para se colocar em relação o fragmento do livro com os conceitos de entropatia e de devoção. Por fim, a questão da importância do cuidado tomado como uma ética é levada para o ambiente clínico da psicologia, e se conclui que o cuidar está na base do trabalho clínico e sua consideração como uma ética é fundamental para a restauração do equilíbrio do paciente e para despertar as potencialidades que existem em cada ser humano, o que pode lhe oferecer o resgate da criatividade para retomar sua vida e favorecer seu desenvolvimento pessoal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.12.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, André Luiz de; ANTÚNEZ, Andrés Eduardo Aguirre. O cuidado como uma ética: contribuições de Edith Stein e Donald Winnicott. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-27032015-151919/ >.
    • APA

      Oliveira, A. L. de, & Antúnez, A. E. A. (2014). O cuidado como uma ética: contribuições de Edith Stein e Donald Winnicott. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-27032015-151919/
    • NLM

      Oliveira AL de, Antúnez AEA. O cuidado como uma ética: contribuições de Edith Stein e Donald Winnicott [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-27032015-151919/
    • Vancouver

      Oliveira AL de, Antúnez AEA. O cuidado como uma ética: contribuições de Edith Stein e Donald Winnicott [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-27032015-151919/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021