Exportar registro bibliográfico

Influência do diabetes mellitus do tipo 2 na expressão dos receptores ativados por protease do tipo 1 (PAR1) e do tipo 2 (PAR2) em pacientes com periodontite crônica (2014)

  • Authors:
  • Autor USP: ABREU, IEDA SANTOS - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODE
  • Subjects: PERIODONTITE CRÔNICA; DIABETES MELLITUS; REPARAÇÃO PERIODONTAL
  • Keywords: Humanos; Inflamação Periodontal; PAR1; PAR2; Periodontite Crônica; Reparação Tecidual
  • Language: Português
  • Abstract: O receptor ativado por protease do tipo 1 (PAR1) parece estar associado ao reparo periodontal, enquanto o tipo 2 (PAR2) com a inflamação periodontal. Esses receptores podem ser ativados pelas proteases gingipaina, uma protease secretada pela Porphyromonas gingivalis, um importante periodontopatógeno, e pela proteinase-3 de neutrófilos (P3), que é liberada por neutrófilos quando expostos a um estímulo inflamatório. Uma vez que o diabetes é reconhecido como um fator de risco importante para a doença periodontal, o objetivo deste estudo foi investigar a expressão de PAR1 e de PAR2 e de seus ativadores, gingipaina e P3 no fluido gengival (FG) de pacientes diabéticos com periodontite crônica, antes e após tratamento periodontal não cirúrgico. Amostras de FG e os parâmetros clínicos, como profundidade de sondagem (PS), nível clínico de inserção (NCI), sangramento à sondagem (SS) e índice de placa (IP) foram coletados de pacientes sistemicamente saudáveis e de pacientes com diabetes mellitus do tipo 2 (DMT2) com periodontite crônica , no baseline e após o tratamento periodontal não cirúrgico. As expressões gênicas de PAR1, PAR2, gingipaina e P3 no FG foram quantificadas por qPCR.Os parâmetros clínicos melhoraram significativamente após a terapia periodontal (p <0,01). O diabetes levou ao aumento da expressão de PAR1 no fluido gengival e na presença da periodontite crônica diminuiu significativamente a expressão de PAR1, PAR2 e P3 (p<0,05). Além disso, o tratamento periodontal não cirúrgico em diabéticos resultou no aumento da expressão de PAR1 e de PAR2 (p<0,05). Dentro dos limites do presente estudo, sugerimos que os PARs podem estar associados com a inflamação periodontal em diabéticos.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.11.2014
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ABREU, Ieda Santos; CALDEIRA, Marinella Holzhausen. Influência do diabetes mellitus do tipo 2 na expressão dos receptores ativados por protease do tipo 1 (PAR1) e do tipo 2 (PAR2) em pacientes com periodontite crônica. 2014.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23146/tde-18032015-161437/ >.
    • APA

      Abreu, I. S., & Caldeira, M. H. (2014). Influência do diabetes mellitus do tipo 2 na expressão dos receptores ativados por protease do tipo 1 (PAR1) e do tipo 2 (PAR2) em pacientes com periodontite crônica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23146/tde-18032015-161437/
    • NLM

      Abreu IS, Caldeira MH. Influência do diabetes mellitus do tipo 2 na expressão dos receptores ativados por protease do tipo 1 (PAR1) e do tipo 2 (PAR2) em pacientes com periodontite crônica [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23146/tde-18032015-161437/
    • Vancouver

      Abreu IS, Caldeira MH. Influência do diabetes mellitus do tipo 2 na expressão dos receptores ativados por protease do tipo 1 (PAR1) e do tipo 2 (PAR2) em pacientes com periodontite crônica [Internet]. 2014 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23146/tde-18032015-161437/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020